Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Janeiro de 2021

Policial

PM lança cartilha sobre enfrentamento da violência contra a mulher

A solenidade será às 8 horas, no auditório do Crea (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Cojuntura Online

17 de Março de 2014 - 08:30

A PM/MS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) lança nesta segunda-feira (17), uma cartilha com procedimentos operacionais padrão para o atendimento do policial militar a mulheres vítimas de violência. A solenidade será às 8 horas, no auditório do Crea (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

A cartilha se trata de um protocolo que normatiza no âmbito da PM do Estado em procedimentos e condutas adequadas a serem adotadas no atendimento das ocorrências de violência doméstica contra a mulher nos termos da Lei Maria da Penha.

Segundo o site Campo Grande News, o material vem sendo construído desde 2013 a partir de contribuições de integrantes do Grupo QSL (Quebrando Silêncios e Lendas), que é composto por policiais militares de diferentes unidades da capital e do interior do Estado, assistentes sociais e psicólogas do Fundo de Assistência Feminina da PM, e ainda conta com a revisão de órgãos integrantes da rede de enfrentamento à violência contra a mulher do poder executivo e judiciário de Mato Grosso do Sul.

É um instrumento que foca na qualidade do atendimento policial militar como uma forma de prevenir e combater a prática dessa violência que vitimiza um grande número de mulheres todos os dias no país. Para o comandante-geral da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, o foco na atuação policial militar pode contribuir e muito para o enfrentamento desse mal.

“Sabemos o quão importante é a atuação precisa e correta da Polícia Militar no processo de rompimento do ciclo da violência de gênero e queremos investir cada dia mais em nossos servidores para que eles, fiquem bem preparados e possam fazer a diferença e contribuir parra a construção de uma vida sem violência para mulheres e homens de nossa sociedade” afirmou o comandante.

Também participam do evento, a vice-governadora, Simone Nassar Tebet, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Francisco Brasil Jacini, e a subsecretária da Mulher e da Promoção da Cidadania, Elza Maria Verlangieri Loschi.

No mesmo evento será entregue o Prêmio Tenente-Coronel PM Ana Neize Baltha a nove mulheres e a uma instituição que se destacaram demonstrado dedicação e trabalho em prol de uma segurança pública mais democrática e humanitária.