Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Policial

PM recorre a bala de borracha para conter rapaz que agrediu a mulher e incendiou móveis

Ao receber ordem de prisão, ele se levantou e ameaçou os policiais com uma faca.

Redação/Região News

17 de Novembro de 2022 - 07:13

PM recorre a bala de borracha para conter rapaz que agrediu a mulher e incendiou móveis
Policia Militar de Sidrolândia. Foto: Região News.

Um homem, de 29 anos, I.C.S teve de ser contido, preso e algemado pela Polícia Militar terça-feira à noite (15). O rapaz, após agredir a esposa, colocou alguns móveis aglomerados no quintal, ateou fogo e só não incendiou a casa do vizinho porque foi impedido por populares e pela intervenção dos bombeiros. Não satisfeito, ele quebrou, o padrão de energia da própria residência, localizada na Rua Amadeu Barbosa, no Sitiolândia.

Quando a guarnição da Polícia Militar chegou ao local, o rapaz tentou se esconder atrás de uma árvore nos fundos do quintal. Ao receber ordem de prisão, ele se levantou e ameaçou os policiais com uma faca. Ao ser atingido numa das pernas pelas balas de borracha, foi em direção à guarnição e partiu para o confronto físico. Foi então contido e levado preso algemado para delegacia.

O suspeito é reincidente em ocorrências de violência. No último dia 23 de janeiro, por volta das 00h39 foi preso, conduzido à Delegacia de Polícia pela Polícia Militar. Na ocasião a esposa dele, A.C.S, o acusou de tê-la agredido com um tapa no rosto e colocou fogo num sofá. O inquérito contra o rapaz por lesão corporal, não foi adiante, porque a vítima e 9 acusado não foram prestar depoimento.

Em julho de 2019 o denunciou por ter ferido a mulher com um golpe de faca numa das mãos. Conforme a peça do Ministério Público na noite de 14 de abril daquele ano, ele chegou em casa, aparentemente sob o efeito de drogas, exigindo que a esposa lhe desse R$ 50,00. Como ela disse que não tinha o dinheiro tentou levar a bicicleta meio de transporte dela para ir e vir do trabalho. Quando A.C.S tentou impedir que levasse o veículo, o rapaz tentou atingi-la no peito com um golpe de faca, ela se defendeu, mas acabou ferida de raspão numa das mãos.