Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 7 de Março de 2021

Policial

PMA apreende Chalana de pesca e prende quatro pescadores com 105 kg de pescado e petrechos ilegais

Os infratores receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Miranda

PMA/MS

09 de Outubro de 2014 - 15:11

Policiais Militares Ambientais de Miranda (MS), que trabalham na operação Pré-piracema realizavam fiscalização ontem na região da foz do rio Aquidauana com o rio Miranda e no rio Negrinho, nos municípios de Miranda e Corumbá e prenderam quatro pescadores que praticavam pesca predatória. Os homens, três turistas, de 36, 38 e 46 anos residentes em Dois Córregos (SP) estavam em uma Chalana de Pesca, juntamente com o proprietário da embarcação, de 62 anos, onde os policiais encontraram 105 kg de pescado, sendo vários exemplares abaixo da medida permitida para a captura pela legislação, além de petrechos proibidos de pesca.

Foram encontrados anzóis de galho e uma tarrafa, que são petrechos proibidos, os quais, o proprietário da embarcação, residente em Miranda, assumiu lhes pertencerem.  O pescado, a lancha e os petrechos foram apreendidos.

Os infratores receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Miranda, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saíram depois de pagar fiança. Se condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada autuado recebeu multa de R$ 1.400,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas da cidade.

No início da operação, na madrugada de ontem, a PMA havia autuado um pescador de 30 anos, residente em Miranda, por pescar sem licença. Ele foi multado em R$ 300,00. A pesca sem licença não é crime ambiental. Trata-se somente de infração administrativa.