Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 23 de Junho de 2021

Policial

PMA combatia pesca predatória e policial é morto por contrabandistas de cigarros

O veículo faria o transporte do cigarro contrabandeado que chegaria. Nas proximidades, um auxiliar de escritório, que também estava envolvido com o contrabando foi preso.

Assessoria PMA

02 de Setembro de 2013 - 07:19

A Polícia Militar Ambiental realiza desde sexta-feira (29) uma operação para prevenir e reprimir a pesca predatória no rio Paraná, na região de divisa do Estado do Paraná e em municípios da região Sul do Estado.

A operação conta com policiais de Mundo Novo, Naviraí e Dourados. No dia 30, às 19h00, uma equipe com quatro policiais de Mundo Novo estavam fiscalizando, próximo ao Assentamento Sul Bonito e percebeu duas lanchas e um Jet Ski se aproximando.

Eles desceram na barranca do rio Paraná, por segurança e para averiguar a situação, pois desconfiaram que poderiam ser contrabandistas, que na região, este tipo de elemento é muito comum e estes estão sempre bem armados.

Em terra, localizaram um homem em uma motocicleta, que estava com um rádio de comunicação. O homem que é profissional técnico agropecuário informou aos policiais que era “batedor” de carregamento de cigarros que viria do Paraguai.

Enquanto conversavam com o suspeito, os policiais ouviram um tiro nas proximidades e dois policiais ficaram com o suspeito, e dois outros saíram para averiguar o fato. Neste momento, uma camionete prata que estava em uma estrada foi avistada e o CB PM José foi abordá-la, quando o motorista jogou o veículo, atropelando e matando o policial.

O veículo foi abandonado logo em frente, mas o elemento havia fugido. O outro policial que averiguava o disparo junto com o CB José foi rapidamente ao local, mas ele já estava morto. Os dois outros policiais foram em apoio e, no veículo, encontraram um rádio de comunicação.

O veículo faria o transporte do cigarro contrabandeado que chegaria. Nas proximidades, um auxiliar de escritório, que também estava envolvido com o contrabando foi preso.

O motorista da camionete que assassinou o policial conseguiu fugir, mas já foi identificado e responderá pelo homicídio. Os outros dois presos foram conduzidos, juntamente com os veículos apreendidos, à Polícia Federal de Naviraí (MS).

O nome completo do CB José, morto na ocorrência é José Rodrigues de Lima, de 47 anos. Ele será enterrado hoje em Naviraí.