Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 9 de Dezembro de 2021

Policial

PMA prende fazendeiro por abate de onça e com armas de caça em Costa Rica

Durante a condução do infrator, a PMA passou na fazenda vizinha do seu irmão, também denunciado, e encontrou e apreendeu uma espingarda calibre 22.

Assessoria PMA

24 de Agosto de 2013 - 10:00

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica (MS) recebiam denúncias de que dois irmãos, que tinham fazendas no município, praticavam caça ilegal em suas propriedades. Diante disso, a PMA solicitou um mandado de busca e apreensão ao judiciário para verificar a existência de animais abatidos e armas, em atenção às denúncias, o qual foi concedido.

Uma equipe da PMA foi ontem à tarde às fazendas denunciadas. Na primeira fazenda encontraram enterrados próximo à sede, um animal silvestre da espécie “onça-parda”, que fora abatido pelo fazendeiro. Os policiais desenterraram o bicho e foram à residência da fazenda e encontraram duas armas de caça, sendo uma espingarda calibre 36 e outra calibre 28, esta utilizada na caça da onça abatida.

O material foi apreendido e o fazendeiro caçador, residente na cidade de Costa Rica, foi preso e conduzido à delegacia de Polícia Civil na cidade, onde ele foi autuado pelo crime ambiental de caça e por posse ilegal de arma. Se condenado poderá pegar pena de seis meses a ano e meio de detenção, visto que o animal está na lista de espécie em extinção. Ele também responderá por posse ilegal de arma, que prevê pena de um a três anos de detenção. O autuado também recebeu multa administrativa de R$ 5.000,00 pelo abate do animal.

Durante a condução do infrator, a PMA passou na fazenda vizinha do seu irmão, também denunciado, e encontrou e apreendeu uma espingarda calibre 22. Ele, residente em Costa Rica, também foi conduzido para a delegacia, junto com o irmão e foi autuado por posse ilegal de arma.