Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 3 de Dezembro de 2021

Policial

Polícia conclui inquérito sobre morte de delegado e apresenta pistoleiros

Até o momento, são três suspeitos, sendo o guarda municipal José Moreira Freires, possível pistoleiro, Antonio Benites Cristaldo, e Rafael Leonardo dos Santos.

Campo Grande News

04 de Setembro de 2013 - 16:51

A Polícia Civil realiza amanhã, às 10h, uma entrevista coletiva na sede do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), para falar sobre as investigações da morte do delegado Paulo Magalhães Araújo, 57 anos. O crime ocorreu no dia 25 de junho, no bairro Jardim dos Estados, em Campo Grande.

Na ocasião, os delegados Alberto Vieira Rossi, titular do Garras e Edilson dos Santos, titular da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), prometerem repassar detalhes das investigações e ainda apresentar acusados de envolvimento no crime que já estão presos.

Ao Campo Grande News, o diretor geral da Polícia Civil, Jorge Razanauskas, já havia antecipado que os investigadores aguardavam apenas a coleta de algumas provas para finalizar as investigações. Até o momento, são três suspeitos, sendo o guarda municipal José Moreira Freires, possível pistoleiro, Antonio Benites Cristaldo, e Rafael Leonardo dos Santos. Apenas o último continua foragido e os dois primeiros negam participação.

Crime - Paulo aguardava em frente a escola da filha, quando foi atingido por seis disparos de pistola 9 milímetros, de uso restrito do Exército. O Garras fica na avenida Ministro João Arinos, no bairro Flamboyant, em Campo Grande.