Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 3 de Dezembro de 2021

Policial

Polícia encontra osso em casa de Costa Rica e continua escavação para achar corpo

Os policiais tentam encontrar o corpo de Vanessa Ferreira da Silva, a garota que sumiu em 12 de dezembro de 2006, quando tinha 15 anos

Campo Grande News

10 de Março de 2011 - 10:00

Depois de encontrar um osso semelhante ao úmero, do braço, a Polícia Civil retomou hoje a escavação iniciada em 03 de março a uma residência localizada na Rua J, no Bairro Vale do Amanhecer, em Costa Rica, município distante 305 quilômetros de Campo Grande.

Os policiais tentam encontrar o corpo de Vanessa Ferreira da Silva, a garota que sumiu em 12 de dezembro de 2006, quando tinha 15 anos.

De acordo com o delegado Cleverson Alves dos Santos, durante o trabalho feito na semana passada um osso foi encontrado na área externa da casa. O delegado explica o osso é semelhante ao humano, segundo os peritos, no entanto, não é descartada a possibilidade de ser de um animal.

Ainda conforme o delegado, a testemunha que apontou à Polícia a possibilidade de Vanessa ter sido enterrada na casa, disse que o corpo poderia estar no local onde hoje é a sala.

Conforme as investigações, Vanessa foi vista pela última vez nesta casa, onde os dois suspeitos do crime moravam. A adolescente dormiria na residência de um casal, que é suspeito de matar a garota.

Testemunha ouvida pela Polícia contou que Vanessa disse que dormiria na casa com os dois. Eles mantinham uma espécie de triângulo amoroso e a adolescente estaria grávida do rapaz, conforme outra pessoa ouvida pela Polícia.

O casal suspeito de matar a jovem teve o nome preservado. O delegado explica que, se o corpo for encontrado, será a primeira prova material do caso.

Na casa que onde a Polícia faz a escavação, mora outra família. O imóvel passava por reforma na época em que Vanessa desapareceu.

Foi feito concreto na casa e, agora, a Polícia irá retirá-lo para a escavação. Cinco servidores da prefeitura trabalham na escavação.

Segundo o delegado, um mês depois que Vanessa desapareceu a casa já estava coberta pelo concreto e o casal se mudou.

A escavação entra hoje no terceiro dia e só deve ser concluída amanhã.