Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 8 de Março de 2021

Policial

Polícia recupera no Geraldo Garcia moto, mas suposto autor do furto escapa

Com a aproximação dos policiais, três pessoas (dois homens e uma mulher) que estavam na casa, fugiram se embreando no matagal

Flávio Paes/Região News

03 de Outubro de 2014 - 16:29

Numa ação conjunta das policias Civil e Militar, foi recuperada nesta sexta-feira uma motocicleta furtada no último dia 29 de setembro do estacionamento do Supermercado Gouveia, no Jardim Pindorama. Os policiais fizeram a operação a partir de denúncia anônima de que a moto estava num lote do Assentamento Geraldo Garcia, onde estaria escondido o responsável pelo furto, David Arguelho Siqueira, conhecido como Boni. Ele é considerado foragido da Justiça porque teve prisão preventiva decretada pela Justiça. Boni  é o principal suspeito da morte a tiros de Adil Pinheiro, assassinado quando estava numa casa de prostituição no Bairro São Bento.

Com a aproximação dos policiais, três pessoas (dois homens e uma mulher) que estavam na casa, fugiram se embreando no matagal.  Um dos que escaparam foi justamente Boni. Os policiais prenderam o dono da casa, Devair Pereira Dias, apreenderam a moto, um revólver calibre 32 com seis munições, celulares e uma toca ninja.

Em um dos celulares, foram localizadas mensagens endereçadas a Boni, o que pode caracterizar seu envolvimento no furto da motocicleta.

Boni embora só tenha 20 anos, tem uma extensa biografia criminosa por homicídio e porte de drogas. Ele já teve uma temporada na cadeia e cumpriu medida sócio-educativa em unidade de internação. Em 2011, quando então tinha 16 anos, matou Maicon de Oliveira Rodrigues. Apreendido, 10 dias depois fugiu da delegacia. Em junho baleou Adil Pinheiro ao chegar numa casa de prostituição. Seu alvo era um rapaz que lhe devia dívida gerada pela venda de drogas. Adil acabou morrendo três dias depois do atentado, logo após passar por cirurgia na Santa Casa.