Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 29 de Janeiro de 2022

Policial

Possível trote da morte de Marcia deixa família enlutada por 10 horas

Marcos Tomé/Região News

23 de Maio de 2011 - 13:40

Por volta das 23h45min deste domingo (22) a redação do Jornal Eletrônico Região News foi informada através de um sobrinho de Marcia Armindo dos Santos de 40 anos, que a mesma havia ido a óbito no Hospital, Santa Casa em Campo Grande. Enlutados os familiares procuraram a Pax Brasil Med para providenciar o funeral.

Mauro Soares de 25 anos, informante e sobrinho da vítima, relatou a reportagem que recebeu um telefone de uma mulher identificada apenas por Adriana que se passou por atendente do hospital. Na conversa, a suposta funcionaria da unidade hospitalar confirmou a morte de Marcia que foi vítima de esfaqueamento na noite do último sábado.

A partir deste momento, familiares se desesperaram com a notícia. “Ela me ligou e perguntou se eu era parente de Marcia, eu disse, sou sobrinho dela. A moça falou que minha tia não havia resistido aos ferimentos e que tinha falecido, perguntei seu nome e me respondeu que era do Hospital Santa Casa e se chamava Adriana”, afirma.

Principais jornais virtuais da capital como midiamaxnews e campograndenews reproduziram a matéria do regiaonews. Na manhã desta segunda-feira nossa reportagem entrou em contato com o agente funerário Roberto Vilassanti para saber do mesmo onde seria velado o corpo de Marcia e para surpresa, Roberto afirmou que passou a noite no aguardo de contato do hospital para liberação do corpo da vitima.

Nossa reportagem entrou em contato com a direção do Hospital, Santa Casa para saber o porquê da demora, momento em que a confusão foi esclarecida. Segundo informações, Marcia continua internada e esta no 4ª andar, seu estado de saúde é considerado grave e inspira cuidados.

O CASO

A Polícia Militar foi acionado por volta das 22 horas do último sábado (21) para atender uma ocorrência do tipo tentativa de homicídio no Bairro Pé de Cedro. Consta que Márcia Armindo dos Santos de aproximadamente 40 anos, foi golpeada no pescoço, braço e tórax por um homem identificado pela alcunha de “Mesquita”.

A vítima é mãe de Thiago Armindo dos Santos de 25 anos vulgo “Thiaguinho”, esfaqueado com uma perfuração na região do abdômen no último dia 10 de abril na Rua Generoso Ponce próximo ao Mercado Treze. Na ocasião dos fatos Thiago não soube informar Polícia a autoria do esfaqueamento.

A Polícia trabalha com a hipótese de que “Mesquita” seja também o autor da tentativa de homicídio de “Tiaquinho”. Informações extra-oficiais dão conta de que Mesquita teria cobrado uma suposta dívida do filho da vítima, como não houve o pagamento, o mesmo teria o julgado de morte.

Márcia foi socorrida e encaminhada com vaga zero para Campo Grande devido à gravidade dos ferimentos.