Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Policial

PRF diz que operações em fronteira serão constantes em MS

A situação na fronteira tem ficado tensa porque quadrilhas de criminosos tentam enfrentar os policiais. Carros da PRF foram atingidos por tiros.

G1 MS

12 de Agosto de 2013 - 13:10

O superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso do Sul, Ciro Ferreira, avaliou como positivo o saldo da Operação Fronteira Integrada, desencadeada há cerca de um mês na fronteira com o Paraguai para combater o contrabando e o tráfico de drogas e armas.

"Nos últimos anos temos visto acréscimo nos números de contrabando, e a polícia tem procurado fazer um enfrentamento maior. Juntamente com as outras organizações de segurança pública, temos conseguido êxito nesse combate. Essas operações vão ser constantes, mais na região do conesul, e pretendemos levar a outras regiões do estado", afirmou o superintendente, em entrevista ao Bom Dia MS desta segunda-feira (12).

A fiscalização policial em cerca de 1,1 mil km de fronteira seca entre os dois países contou com agentes da PRF, Polícia Federal, Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e Receita Federal, e recebeu apoio de viaturas, embarcações e um helicóptero.

A situação na fronteira tem ficado tensa porque quadrilhas de criminosos tentam enfrentar os policiais. Carros da PRF foram atingidos por tiros. Nos pátios da Receita Federal e nos postos policiais, há dezenas de carretas apreendidas nos últimos meses, a maioria transportando contrabando.

De acordo com balanço parcial da Operação Fronteira Integrada, divulgado na última quinta-feira (8), 6 mil pessoas e 2,1 mil veículos foram abordados. Cerca de 23 toneladas de maconha e 520 quilos de cocaína e crack já foram apreendidos, bem como 340 mil pacotes de cigarros contrabandeados, cinco armas e R$ 200 mil em espécie. Foram presas em flagrante 33 pessoas por envolvimento com crimes transnacionais e apreendidos 28 veículos.