Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Policial

Professor acusado de pedofilia é transferido para penitenciária de segurança máxima

O professor foi preso esta semana depois que a justiça decretou a sua prisão preventiva por trinta dias

Midiamax

25 de Março de 2011 - 14:44

O professor de geografia A.L.O acusado pela ex-mulher de fotografar alunas nuas foi transferido agora a pouco das celas do primeiro Distrito Policial para a Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa.

Junto com o professor foram transferidos os presos Wesley Alaor Winckler da Silva, Edmilson Cesar de Lima, Casso Amâncio, Gudiero dos Santos, Carlos Alves da Silva e Edson Caetano.

O professor foi preso esta semana depois que a justiça decretou a sua prisão preventiva por trinta dias. O advogado Mauricio Rasslan, que defende o professor, afirmou que as provas que incriminam o seu cliente são frágeis e não sustentam o pedido de prisão.

Rasslan entrou ontem com um pedido de habeas corpus do Tribunal de Justiça em Campo e acredita que em menos de cinco dias o professor seja libertado para responder o processo em liberdade.