Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 4 de Março de 2021

Policial

Sejusp deflagra operação integrada para garantir segurança nas eleições de domingo

De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, todo o dispositivo da segurança pública atuará de forma integrada

Notícias MS

03 de Outubro de 2014 - 09:39

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) elaborou um planejamento integrado entre a Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e agências de Inteligência, coordenados pela Superintendência de Inteligência da Secretaria, para garantir tranquilidade aos eleitores de todo o Estado durante as eleições do próximo domingo (5). Nesta quinta-feira (2), representantes de cada instituição se reuniram para consolidar o plano. 

De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, todo o dispositivo da segurança pública atuará de forma integrada e está pronto, com o planejamento detalhado, para atender Campo Grande e todos os municípios do Estado, garantindo tranquilidade durante a votação.

“Nos municípios de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ponta Porã, Naviraí e Três Lagoas, atuaremos de forma suplementar, por meio da Polícia Civil à atuação da Polícia Federal, que é a polícia judiciária eleitoral. Nos demais 74 municípios onde não há unidades da Polícia Federal, a Polícia Civil subsidiariamente estará atuando como polícia judiciária eleitoral. E a Polícia Militar atuará nas 79 cidades, realizando o policiamento ostensivo e preventivo”, explicou Jacini. 

Segundo o secretário, o Corpo de Bombeiros, na Capital e no interior manterá um oficial em contato direto com os juízes eleitorais, a fim de garantir atendimento prioritário a qualquer anormalidade nas zonas de votação. E no dia da apuração em Campo Grande, na sede do TRE será montada uma estrutura com viaturas de prontidão para atendimento, prevenção, combate a incêndios, busca, salvamento e socorro público.

O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) também integra o planejamento, reforçando o policiamento em 33 municípios do Interior. O secretário informou também que o efetivo do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) será reforçado, a fim dar melhor encaminhamento as denúncias e dúvidas recebidas pelas centrais de atendimento 190 e 193. 

O titular da Sejusp ressalta que o eleitor pode ir às urnas tranquilo. “Que o eleitor exerça o seu direito de voto consciente, pois a segurança pública estará nas ruas, zelando para que as eleições transcorram dentro da normalidade no Estado”, concluiu Jacini.

Na reunião de consolidação do plano, o delegado-geral da Polícia Civil, Jorge Razanauskas Neto, garantiu que a PC está prepara para atender as demandas que surgirem. “Nossas equipes de policiais, tanto da Capital como do interior, foram treinadas por juízes eleitorais. Estamos preparados para atender a demanda normal das delegacias, como também qualquer situação eleitoral que possa surgir”, disse Razanauskas. 

O comandante do Comando do Policiamento Metropolitano, coronel Paulo Cesar Monteiro Ayres, informou que a Polícia Militar atuará de forma rigorosa no combate aos crimes eleitorais. “Aqui em Campo Grande estaremos presentes em cada local de votação, com no mínimo dois policiais e contaremos com equipes volantes, empregando um efetivo de mais de 500 profissionais. No interior, cerca de 30 municípios receberão reforço com equipes da Capital", disse o coronel. 

Comitê Integrado de Segurança Pública 

O Comitê foi instituído pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) em todos os Estados brasileiros com o objetivo de acompanhar, em tempo real, as ocorrências relacionadas às eleições 2014, encaminhando dados ao Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) em Brasília. 

Em Mato Grosso do Sul, o comitê funcionará na sede da Sejusp, composto por representantes de todas as intuições que integram a justiça e a segurança pública, acompanhados por um interlocutor da Senasp.