Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 19 de Maio de 2022

Policial

Traficante preso tentando levar 5 kg de cocaína em táxi

O taxista informou que o passageiro embarcou no terminal rodoviário de Puerto Quijarro e o deixaria no ponto de táxi em território brasileiro pela quantia de B$ 20,00 (vinte bolivianos).

Correio do Estado/Diário Corumbaense

01 de Dezembro de 2015 - 16:10

Boliviano Nicolas Kettelz Salazar, 24 anos, foi preso por tráfico internacional de drogas, na manhã desta terça-feira (01), quando tentava atravessar a fronteira de Corumbá com a Bolívia com 4,6 kg de cocaína em um táxi do país vizinho.

Segundo o site, a Receita Federal fez a apreensão da droga no Posto Esdras durante abordagem de rotina. O taxista informou que o passageiro embarcou no terminal rodoviário de Puerto Quijarro e o deixaria no ponto de táxi em território brasileiro pela quantia de B$ 20,00 (vinte bolivianos).

Conforme a reportagem, o boliviano disse que pegou a droga, junto com um adiantamento de $ 500, em Santa Cruz de La Sierra, de um árabe chamado Mohamed, residente na Bolívia e que entregaria para uma pessoa desconhecida que o procuraria no terminal rodoviário em São Paulo. Na entrega, ele receberia o restante do valor combinado para o transporte, que teria sido de $ 8 mil.

De acordo com o site, servidores da Receita Federal solicitaram ao passageiro que estava com uma mochila preta e uma mala verde que descesse do veículo e colocasse suas bagagens sobre a bancada para vistoria. Durante a verificação da mala, foi observado que no fundo dela havia duas chapas de metal encobertas com um pano preto, além de outra placa menor colada na lateral da mala. As três placas continham cocaína e pesaram 4,6 quilos.

Nicolas Salazar foi encaminhado à Polícia Federal, onde será autuado em flagrante por tráfico internacional de drogas. O taxista foi liberado depois de prestar esclarecimentos.