Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Política

Biffi elogia avanço do Índice de Desenvolvimento Humano de MS

Em relação a educação, o parlamentar comemorou o avanço do setor, mas garantiu que é possível aumentar muito mais esse índice.

Assessoria

31 de Julho de 2013 - 09:24

O deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT/MS) elogiou a posição do estado Mato Grosso do Sul, entre os 10 primeiros estados no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), divulgado na segunda-feira (29/07), pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

“O resultado do IDHM comprova que MS está no caminho certo, do total de cidades sul-mato-grossenses, 27 apresentaram índices considerados altos, entre estes, destaco Campo Grande que ocupa o 100º lugar entre as cidades brasileiras, com a melhor posição do estado”, destacou Biffi.

Em relação a educação, o parlamentar comemorou o avanço do setor, mas garantiu que é possível aumentar muito mais esse índice. De acordo com o estudo, ao longo de duas décadas, o País avançou 0,358, chegando a um índice de 0,637 em 2010, tendo um crescimento de 128% no período de 1991 a 2010.

“Apesar do avanço da educação no Brasil, muitos municípios não alcançaram o índice suficiente. Acredito que podemos melhorá-lo com a aprovação do Plano Nacional de Educação, garantindo 10% do PIB para o setor e a valorização dos profissionais”, defendeu.

Estudo

O estudo divulgado pelo Pnud, intitulado "Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013", é o terceiro feito pelo órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) no país.  O IDH dos municípios vai de 0 a 1: quanto mais próximo de zero, pior o desenvolvimento humano; quanto mais próximo de um, melhor. O índice considera indicadores de longevidade (saúde), renda e educação.