Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 15 de Outubro de 2021

Política

Elias Ishy tem candidatura negada por unanimidade pelo TRE

A justificativa para negar registro a Ishy refere-se à impossibilidade jurídica, uma vez que Ishy não obteve aprovação partidária

Campo Grande News

17 de Janeiro de 2011 - 18:00

Elias Ishy tem candidatura negada por unanimidade pelo TRE
Elias Ishy tem candidatura negada por unanimidade pelo TRE - Divulga

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) negou por unanimidade nesta segunda-feira o registro de candidatura do vereador Elias Ishy (PT) à disputa pela prefeitura de Dourados na eleição de fevereiro próximo.

A justificativa para negar registro a Ishy refere-se à impossibilidade jurídica, uma vez que Ishy não obteve aprovação partidária, ou seja, não foi escolhido em convenção.

O PT decidiu coligar-se com o Democratas, indicando a professora Dinanci Ranzi à vice na chapa de Murilo Zauith.

Com a negação do registro, Elias Ishy não pode efetuar campanha ou contratar serviços gráficos para a disputa. A decisão do TRE acompanha parecer do Ministério Público Eleitoral.

Em sua defesa, Ishy argumentou que o diretório regional do Partido dos Trabalhadores desrespeitou resolução nacional do partido ao decidir apoiar um candidato do DEM.

O petista ainda pode apresentar embargo de declaração junto ao TRE ou remeter recurso ordinário direto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Elias Ishy não acompanhou a votação do seu recurso.

Além de Elias Ishy e Murilo Zauith, disputam a prefeitura de Dourados: o líder sindical Geraldo Salles (PSDC), o professor de matemática Genival Antônio Valeretto (PMN) e o cabeleireiro José de Araújo (PSOL).