Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Política

Liberados pela regional, vereadores petistas vão disputar controle do diretório municipal

O vereador Vadinho se diz aberto ao entendimento com o grupo que hoje controla o diretório municipal, comandado pela professora Eliane Salvati.

Flávio Paes/Região News

15 de Julho de 2013 - 08:15

Foto: Marcos Tomé/Região News

Liberados pela regional, vereadores petistas vão disputar controle do diretório municipal

Edivaldo dos Santos e Sergio Bolzan

Livres para retomarem as atividades partidárias, por decisão da Executiva Regional que suspendeu suas punições até o julgamento do recurso apresentado à direção nacional, os vereadores petistas Edivaldo dos Santos e Sérgio Bolzan vão se empenhar para retomar o controle do diretório municipal do PT de Sidrolândia na eleição do próximo dia 15 de novembro. 

Em abril, os dois vereadores e outros 19 integrantes do diretório foram punidos com a suspensão por um ano das suas atividades partidárias. A medida os impediria de participar da eleição do novo diretório, programada para novembro. Eles desobedeceram a orientação da nacional e apoiaram a aliança com o PSDB, ignorando a determinação de coligação com o PMDB.

O vereador Vadinho se diz aberto ao entendimento com o grupo que hoje controla o diretório municipal, comandado pela professora Eliane Salvati. “Vamos buscar entendimento com os companheiros que estiveram no palanque do PMDB. Chega de briga entre nós petistas. Se o partido não tivesse rachado na eleição do ano passado, com certeza teríamos o vice-prefeito, elegeríamos três vereadores e provavelmente, teríamos o presidente da Câmara”, avalia o vereador que exerce a liderança do prefeito Ari Basso no Legislativo.

Embora pregando o entendimento, o vereador petista deixa claro que o grupo alinhado com o PSDB, ocupando cargos na Prefeitura (duas secretarias e uma coordenadoria), quer indicar o futuro presidente do diretório.