Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 28 de Fevereiro de 2024

Política

Manifestantes liberam tráfego na BR-060 e mantém veículos às margens da rodovia

Quando os policiais chegaram para cumprir a ordem judicial houve um princípio de resistência.

Redação/Região News

01 de Novembro de 2022 - 09:47

Manifestantes liberam tráfego na BR-060 e mantém veículos às margens da rodovia
Pista foi liberada no início da madrugada desta terça-feira. Foto: Marco Tomé/RN

A Polícia Rodoviária Federal já cumpriu a determinação da Justiça Federal que proibiu a obstrução das rodovias por grupos de bolsonaristas inconformados com a derrota do presidente Jair Messias Bolsonaro nas urnas. O trânsito na BR-060, saída para Maracaju, que ontem ficou bloqueado está liberado. Quando os policiais chegaram para cumprir a ordem judicial houve um princípio de resistência. Os manifestantes atearam fogo num Fusca velho, mas acabaram retirando os pneus e veículos do meio da pista na altura do Posto Martinelli.

Os manifestantes alinharam às margens da rodovia, aproximadamente 50 veículos, além de um trator, mas não há nenhuma restrição a circulação dos veículos. Foram colocados cones na pista como forma de obrigar os motoristas a reduzir a velocidade quando passarem pelo local.

Manifestantes liberam tráfego na BR-060 e mantém veículos às margens da rodovia
Os manifestantes atearam fogo num Fusca velho. Foto Lucas Martins/RN

 O advogado Rodrigo Bhenhur Brescia, que foi preso ao tentar furar o bloqueio fez três disparos para o alto, foi colocado em liberdade ainda na tarde de ontem. De acordo com o Boletim da Ocorrência, com o advogado foram apreendidas um canivete, uma pistola e 48 munições.

Manifestantes atearam fogo num Fusca velho, mas acabaram retirando os pneus e veículos do meio da pista na altura do Posto Martinelli".

A Justiça Federal de Mato Grosso do Sul concedeu liminar determinando a liberação das rodovias, com multa diária de R$ 10 mil por pessoa física e de R$ 100 mil por pessoa jurídica que apoie os movimentos.

Além da decisão da Justiça Federal, há também determinação dada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). Caso a manifestação persistisse, provavelmente já nesta terça-feira o estoque de combustível dos postos da cidade teria esgotado