Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Política

Pelo terceiro ano consecutivo, Fabio Trad se destaca pela assiduidade no Congresso

Nas reuniões de Comissões, o deputado sul-mato-grossense foi o que obteve o maior índice de presença em 2011

Assessoria

25 de Julho de 2013 - 07:30

Pelo terceiro ano consecutivo o deputado federal Fabio Trad (PMDB-MS) se destaca na Câmara Federal por sua assiduidade. A bancada sul-mato-grossense na Casa esteve praticamente em todas as sessões ordinárias no primeiro semestre de 2013, mas foi Fabio Trad quem colocou Mato Grosso do Sul na lista de assiduidade, com 100% de presença. O peemedebista participou das 25 ordinárias e 69 extraordinárias de fevereiro até julho deste ano, quando começou o recesso parlamentar.

“O plenário é o campo de luta em que o jogo político é jogado pela palavra. Minha assiduidade de 100% em 2013 neste semestre é um gesto de respeito para com os que votaram em mim, mas, sobretudo um ato de fé e entusiasmo para com o Poder Legislativo”, afirmou o deputado em entrevista ao site de notícias Campo Grande News.

Em 2012, Fabio Trad também esteve entre os mais assíduos. Com 96,3% de presença, ausentou-se em apenas quatro sessões, justificadas devido o falecimento de seu pai, o ex-deputado Fabio Trad. Nas reuniões de Comissões, o deputado sul-mato-grossense foi o que obteve o maior índice de presença em 2011. O levantamento é parte da pesquisa efetuada pelo site Congresso em Foco.

“É de extrema importância a presença do parlamentar durante as sessões. É ali que o debate ocorre, onde pontos de vistas divergentes se chocam e que, muitas vezes, consensos são encontrados. Sem o debate, não há democracia forte. E debate no legislativo só é possível com a presença dos deputados nas sessões”, afirmou.

O empenho do deputado já foi destaque, inclusive, na imprensa nacional, como exemplo de participação no legislativo federal. Em reportagem publicada pelo jornal ‘O Globo’ no ano passado, mostrando a fraca participação dos deputados nas sessões de segunda-feira, Fabio Trad foi apontado como exemplo a ser seguido.

Para o parlamentar, o eleito tem que ser fiscalizado pela população, que precisa cobrar sua representatividade junto ao Parlamento. “Hoje ficou mais fácil saber da atuação de um político. No meu caso, por exemplo, como deputado federal, basta acessar o site da Câmara Federal e buscar pelo meu nome. Aquele a quem o eleitor confiou o seu voto precisa contribuir e participar das discussões no Congresso e, também, acompanhar o dia a dia do Estado o qual representa”, justifica.

Também em 2011, o presidente em exercício da Câmara Federal, deputado federal Amauri Teixeira (PT-BA) elogiou a assiduidade de Fabio Trad, reverberando a indignação do parlamentar sul-mato-grossense pela ausência de deputados nas sessões legislativas de segunda e sextas-feiras.

“Muitas vezes vemos discussões superficiais na hora de votar matéria, o que ocorre por não se privilegiar as sessões de debate. Este é um espaço importante, que poucos parlamentares usam, entre os poucos está o deputado Fabio Trad”, afirmou Teixeira. “É de extrema importância a presença do parlamentar durante as sessões. É ali que o debate ocorre, onde pontos de vistas divergentes se chocam e que, muitas vezes, consensos são encontrados. Sem o debate, não há democracia forte. E debate no legislativo só é possível com a presença dos deputados nas sessões”, afirmou, então, o deputado sul-mato-grossense.