Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 13 de Junho de 2024

Região

Em 6 meses, MS já atendeu mais de 300 mil pedidos para RG

No Estado, 109 mil documentos no novo modelo foram feitos.

Correio do Estado

11 de Junho de 2024 - 08:53

Em 6 meses, MS já atendeu mais de 300 mil pedidos para RG
Posto de emissão do novo documento, no centro da Capital - Foto: Gerson Oliveira.

Em Mato Grosso do Sul a nova Carteira de Identidade Nacional começou a ser emitida em janeiro deste ano, e nestes seis meses produziu até o momento 109.000 documentos no novo modelo, com 228.000 pedidos de agendamentos.

Em processo de troca do documento de identidade “RG” para a Carteira de Identidade Nacional (CIN), a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de MS (SEJUSP) amplia atendimentos para emissão do novo documento, em meio a metas do Governo Federal de avançar na emissão do CIN em todo o país.

De acordo com a Folha de São Paulo, o Governo Federal quer avançar na emissão da nova identidade em todo o país, para que, pelo menos, no final do ano de 2025, 70% da população esteja com o documento atualizado.

O Rio Grande do Sul é o Estado que lidera no número de emissões da nova Carteira de Identidade, com 1 milhão de carteiras emitidas, a alta demanda é devido a enchente que atingiu o Estado, muitos cidadãos perderam o RG no desastre e fizeram a emissão já com o novo modelo.

Já em outros Estados, como a Bahia, Roraima e Amapá o serviço ainda não foi implementado, devido à dificuldade de contatação de novos funcionários para trabalharem no processo de emissão.

Segundo a Sejusp que é a responsável pela emissão da carteira de identidade, “A Polícia Científica de Mato Grosso do Sul, por meio do Instituto de Identificação, tem trabalhado com sua capacidade máxima, promovendo alterações para ampliações do atendimento”.

Entre as iniciativas está o aumento do número de vagas, através da redução do tempo de atendimento, criação de novas estações com novos atendentes, expansão do horário de atendimento e um novo posto de identificação na Capital, informou a Sejusp em nota.

Questionada sobre uma possível meta em Mato Grosso do Sul, dos documentos novos serem emitidos até o fim de 2025, conforme o Governo Federal pretende acelerar o processo, a Sejusp retornou informando que “a Secretaria, por meio do Instituto de Identificação da Polícia Científica, está unindo esforços para que todos aqueles que necessitam do documento sejam atendidos, uma vez que o antigo documento é válido até 2032”. A pasta não traçou metas locais.

O documento está sendo emitido em todos os 79 municípios do Estado, nos meses de junho e julho, somente na Capital, segundo a Sejusp, haverá uma ampliação de 40% nos atendimentos, garantindo que mais pessoas tenham acesso a nova identidade.

Para modernizar e facilitar a identificação civil em Mato Grosso do Sul, a Sejusp por meio do Instituto de Identificação da Polícia Científica, anunciou nesta semana a expansão no atendimento para a emissão do novo RG digital.

O agendamento on-line foi disponibilizado no dia 30 de maio, e foi realizado um aumento no número de vagas, junto da ativação de um novo posto de identificação.

A agenda está aberta os próximos dois meses, abrangendo junho e julho. A partir do segundo sábado de junho, será aumentado o número de vagas disponíveis, incluindo 250 vagas aos sábados no Pátio Central com atendimento das 8h às 20h, o novo horário será seguido também de segunda a sexta.

Segundo o site da Sejusp, em Campo Grande é possível realizar agendamentos para sete locais diferentes: no Posto de identificação localizado no Pátio Central Shopping; Shopping Bosque dos Ipês; na Coordenadoria de Apoio aos órgãos Colegiados (CAORC); no  Shopping Marrakech; na avenida Marechal Deodoro, nº 2603 (em frente ao terminal Aero Rancho); Fácil Guaicurus que fica na Avenida Gury Marques, nº 5111, Bairro Universitário; e no Fácil da Coronel Antonino, localizado na rua Santo Angelo, nº 51.

A gratuidade para a emissão da primeira via do novo RG em Mato Grosso do Sul vai até 2032, conforme estipulado pelo Governo Federal. O ano de 2032 também é prazo para o encerramento da validade do atual RG.

NOVIDADES

A nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) unifica o número do CPF como registro geral de identificação e inclui informações adicionais importantes, como tipo sanguíneo e dados sobre doenças. O documento possui um QR Code que pode ser lido por dispositivos apropriados, permitindo a validação eletrônica de sua autenticidade.

Além disso, o novo RG adota o mesmo código internacional utilizado em passaportes, o MRZ (Machine Readable Zone), reduzindo a probabilidade de fraudes.

A CIN é válida em todo o território nacional. O prazo de validade varia conforme a faixa etária: de 0 a 12 anos é de 5 anos; de 12 a 60 anos é de 10 anos; e para pessoas acima de 60 anos é indeterminada.

Saiba

O governo federal, por meio do Decreto nº 10.977, de 23 de fevereiro de 2022, estabeleceu até o final de 2025 para que todos os estados adquiram e iniciem a confecção do Novo RG.