Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 21 de Abril de 2024

Saúde

Secretaria de Saúde amplia público e passa a vacinar adolescentes de até 14 anos

A faixa etária foi definida como prioritária pelo Ministério da Saúde porque é a que mais registra internações hospitalares por dengue após idosos.

Redação/Região News

26 de Fevereiro de 2024 - 09:15

Secretaria de Saúde amplia público e passa a vacinar adolescentes de até 14 anos
Vacina Qdenga, do laboratório japonês Takeda, contra dengue. Foto: Guilherme Gama, da CNN.

A partir desta segunda-feira a Secretaria Municipal de Saúde passa a oferecer vacina contra dengue para adolescentes que tenham 14 anos ,11 meses e 29 dias. Até então, somente crianças de 10 e 11 anos poderiam receber a vacina.

Conforme levantamento da Secretaria, em uma semana de vacinação, foram aplicadas 203 doses do imunizante que está sendo oferecido em todas as unidades básicas de saúde. Sidrolândia recebeu 1.435 doses da vacina.

Resolução da SES (Secretaria de Estado de Saúde) publicada nesta segunda-feira (26) no Diário Oficial do Estado, autoriza essa faixa etária a receber o imunizante em todo o Estado.

A faixa etária foi definida como prioritária pelo Ministério da Saúde porque é a que mais registra internações hospitalares por dengue após idosos – que não estão aptos a receber a vacina no Brasil porque testes clínicos não comprovaram segurança e eficácia para o grupo recebê-la.

De acordo com a Anvisa, a vacina Qdenga é indicada para pessoas de 4 a 60 anos. Não foram feitos estudos para avaliar a eficácia da vacina em pessoas com mais de 60 anos. Além disso, podem se vacinar com a Qdenga tanto quem já teve dengue, quanto quem nunca foi infectado. Essa é a primeira vacina liberada no país para pessoas que nunca entraram em contato com o vírus da dengue.

Mas não pode ser imunizado com a vacina quem tem as seguintes condições:

Alergia a algum dos componentes

Sistema imunológico comprometido

Imunossuprimidos

Gestantes e lactantes