Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 28 de Maio de 2022

Sidrolândia

Semana começa com promessa de temperaturas frias; confira a previsão

O frio ganhou força com a chegada da massa de ar de origem polar que promete ser a mais intensa do ano até agora.

Crislaine Jara/Região News

28 de Junho de 2021 - 09:59

Semana começa com promessa de temperaturas frias; confira a previsão
Ao longo do dia, a expectativa é de mais frio. Mínima pode chegar a 4ºC. Foto: Leoni Marcos/RN

A segunda-feira (28) começou com tempo instável e com ventos que implicam em sensação de frio. Durante a madrugada, a mínima chegou a 6ºC. Ao longo do dia, a expectativa é de mais frio, com chance de geadas nos próximos dias.

O frio ganhou força com a chegada da massa de ar de origem polar que promete ser a mais intensa do ano até agora. Nesta segunda-feira (28) a máxima em Mato Grosso do Sul não deve passar dos 26ºC, na região norte, de acordo com o Cemtec MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima).

Semana começa com promessa de temperaturas frias; confira a previsão

Em Sidrolândia o dia amanheceu com céu nublado e muitas nuvens, durante todo o dia, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Os termômetros marcam 12ºC, com sensação térmica de 9ºC. A máxima prevista é de 17°C com tendência de queda. Podem ocorrer pancadas de chuva isoladas.

O cenário com baixas temperaturas permanece na terça-feira (29). Há 8 dias da nova estação, o dia será marcado sensação de frio. A mínima prevista é de 4°C e a máxima não supera os 16°C. Na quarta-feira, os termômetros continuam em queda e a máxima não deve passar dos 21ºC. No restante da semana, a temperatura volta a subir um pouco: máxima de 25ºC na quinta e de 31ºC na sexta-feira.

Inverno

O inverno começou na segunda-feira passada (21) à 0h32 (horário de Brasília) para a maior parte do território brasileiro – com exceção de partes do Amazonas, Pará e quase a totalidade de Roraima e Amapá, que ficam no Hemisfério Norte. A estação termina em 22 de setembro às 16h21.

A estação, marcada pelas baixas temperaturas, chegou ao Brasil em um período em que não temos fenômenos como La Niña e El Niño, que alteram a temperatura dos oceanos e provocam reflexos ao redor da terra. Isso quer dizer que a tendência é que tenhamos um inverno com os padrões normais de cada região para este período.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o período menos chuvoso nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e em parte das regiões Norte e Nordeste tende a favorecer a incidência de queimadas e de incêndios florestais, bem como um aumento do número doenças respiratórias, já que a umidade relativa do ar diminui bastante.