Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 18 de Setembro de 2021

Sidrolandia

André diz que entrega MS com dívida 29% menor e cita quatro para sucessão

Vou entrega o Estado nessas condições, seja para Simone, Nelsinho, Reinaldo Azambuja ou Delcídio – porque não tem outro nome que tenha condições de assumir o governo”,

Campo Grande News

13 de Setembro de 2013 - 15:29

O governador André Puccinelli destacou nesta sexta-feira (13), ao entregar motoniveladoras em Costa Rica, que assumiu o governo do Estado há quase sete anos com uma dívida que equivalia a 181% da receita anual e o entregará no final de 2014 reduzida a 128%, o que, segundo ele, significará R$ 7,131 bilhões. Trata-se de uma queda de 29%.

“Vou entrega o Estado nessas condições, seja para Simone, Nelsinho, Reinaldo Azambuja ou Delcídio – porque não tem outro nome que tenha condições de assumir o governo”, afirmou Puccinelli, deixando evidenciado que ainda não vê o quadro eleitoral da sucessão estadual definido no PMDB, já que apesar de declara apoio a Nelsinho Trad ainda cita Simone Tebet como opção.

Quanto às motoniveladoras, André observou que hoje entregou 13 para Costa Rica e mais 38 estão previstas para que o município, com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Enfatizou ainda os investimentos no setor de infraestrutura que estão sendo realizados através do programa “MS Forte-2”, que totaliza R$ 3,6 bilhões.

Ao todo, conforme o governador, 74 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul com população acima de 50 mil habitantes vão receber motoniveladoras desse programa do governo federal, articulada com apoio da Delegacia Federal de Agricultura e da bancada federal.

Prestigiaram a solenidade em Costa Rica os senadores Waldemir Moka (PMDB) e Delcídio do Amaral (PT), os deputados federal Reinaldo Azambuja (PSDB), Antônio Carlos Biffi (PT), Vander Loubet (PT) e Geraldo Resende (PMDB) e o deputado estadual Márcio Monteiro.