Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 27 de Novembro de 2020

Sidrolandia

Artesanato com fibra da bananeira pode representar MS na Copa

Os produtos, como suportes para pratos e caixas, vão fazer parte de uma rodada de negócios que será realizada nesta sexta-feira (21)

Agrodebate

21 de Março de 2014 - 14:40

Peças de artesanato produzidas a partir da fibra de bananeira por um grupo de sete mulheres do assentamento Margarida Alves, em Rio Brilhante, a 160 quilômetros de Campo Grande, podem representar Mato Grosso do Sul na Copa do Mundo.

Os produtos, como suportes para pratos e caixas, vão fazer parte de uma rodada de negócios que será realizada nesta sexta-feira (21), reunindo peças de 20 artesãos e ou grupos de artesanato do estado, e possíveis compradores.

As peças adquiridas na rodada vão ser expostas aos turistas que visitarem o Brasil durante os jogos da Copa do Mundo, por meio do projeto Brasil Original (ExpoArt), do Sebrae.

A representante do grupo de artesãs da fibra da bananeira de Rio Brilhante, Carmem Machado, lembra que as assentadas começaram a trabalhar com essa matéria-prima a partir de um curso que Senar ofereceu no município.

"As capacitações mudaram nossas vidas e elevaram nossa auto-estima. Passamos a cultivar as bananeiras, de onde retiramos o material para o artesanato, que incrementou a renda do assentamento", recorda.

Carmem disse que independente do resultado da rodada de negócios desta sexta-feira, que o grupo está feliz com o resultado do trabalho. "Já nos sentimos vitoriosas, foi uma grande mudança nas nossas vidas. Hoje temos nosso trabalho reconhecido, nossa renda e nossas expectativas", concluiu.