Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 16 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Biffi empenha mais R$ 6,2 milhões para 14 CEINF’s em seis municípios

Com isso, todos os municípios do Estado terão Centros de Educação Infantil para atender as crianças de zero a cinco anos, da creche a pré-escola.

Assessoria

18 de Outubro de 2013 - 07:27

O deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT/MS) comemorou hoje (17/10), em Brasília, o empenho de mais R$ 6,2 milhões para o início das obras de mais 14 CEINFs (Centro de Educação Infantil) em Mato Grosso do Sul. Com isso, a fase de construção deve iniciar o mais breve possível, possibilitando atendimento às crianças já no próximo ano.

Para agilizar o processo de construção, o Ministério da Educação mudou toda a metodologia existente. Nesta nova fase do programa Proinfância, o tempo da obra de um CEINF é estimado entre quatro a cinco meses, após a entrega do terreno terraplanado pela Prefeitura local. Cada Centro, denominado como tipo B, tem um custo estimado de R$ 1.853,012, 00, com capacidade para atender 120 alunos, em período integral, ou 240, em dois turnos.

Biffi explica que o valor empenhado vai possibilitar o início das obras em seis municípios e corresponde a 25% do total orçado para cada CEINF. São nove novos centros em Campo Grande; e mais cinco, contemplando Anastácio, Costa Rica, Dois Irmãos do Buriti, Ponta Porã e Porto Murtinho.

Os recursos foram disponibilizados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC), por meio do Programa Proinfância com verba do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento, segunda etapa). O parlamentar aguarda o empenho para mais 16 CEINFs para outros 14 municípios. Ao todo, o investimento é de mais de R$ 50 milhões para 30 Centros, em pelo menos 20 cidades sul-mato-grossenses.

Com isso, todos os municípios do Estado terão Centros de Educação Infantil para atender as crianças de zero a cinco anos, da creche a pré-escola. “Temos que dar oportunidade igual para todos. O filho do pobre também deve ter a possibilidade de frequentar a creche e a pré-escola, como acontece com o filho do rico. Quanto mais cedo a criança iniciar no aprendizado, melhor para o seu desenvolvimento”, destaca Biffi.

Para o deputado, a nova metodologia do Ministério, além de agilizar o processo, vai evitar a paralisação de obras e a longa espera para conclusão dos prédios. “Temos CEINF sendo construído há três anos, sem considerar alguns com obras paradas. A partir das mudanças implantadas pelo MEC, isso não deve mais acontecer”, ressaltou Biffi.