Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 18 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

CPI da Saúde gasta R$ 214,9 mil em investigações entre agosto e novembro

O documento, assinado pelo Deputado Estadual Amarildo Cruz, presidente da CPI, aponta gastos totais de R$ 214.992,94

MS Record

07 de Fevereiro de 2014 - 14:25

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul divulgou, nesta quinta-feira (6), a prestação de contas da CPI da Saúde, referente aos meses de agosto a novembro de 2013. Os dados foram divulgados no Diário Oficial da Assembleia. (colocar hiperlink http://diariooficial.al.ms.gov.br/Home/Download/553)

O documento, assinado pelo Deputado Estadual Amarildo Cruz, presidente da CPI, aponta gastos totais de R$ 214.992,94. Em agosto do ano passado, o débito de R$ 70.126,01; No mês seguinte, setembro, foram gastos R$ 55.303,47; Em outubro, R$ 50.529,36; Já em novembro, os gastos chegaram a R$ 39.034,10. A CPI ainda devolveu à Assembleia a quantia de R$ 15.053,28.

A CPI da Saúde, criada pelo Ato 03/13, publicado em 22 de maio de 2013, teve como finalidade investigar os recursos repassados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para unidades hospitalares de Campo Grande, Corumbá, Paranaíba, Dourados, Três Lagoas, Jardim, Coxim, Aquidauana, Nova Andradina, Ponta Porã e Naviraí.

Foram membros titulares da CPI os deputados estaduais Amarildo Cruz (PT - Presidente), Lauro Davi (Pros - Vice-Presidente), Junior Mochi (PMDB - Relator), Eduardo Rocha (PMDB) e Onevan de Matos (PSDB). Os suplentes foram Cabo Almi (PT), Mara Caseiro (PTdoB), Marquinhos Trad (PMDB), Maurício Picarelli (PMDB) e Dione Hashioka (PSDB).

A CPI foi encerrada em 6 de dezembro de 2013.