Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Delcidio ignora audiência e comissão propõe nota de repúdio a deputados e cúpula da reforma agrária

A manifestação de descontentamento é extensiva também aos dirigentes dos órgãos que comandam ou atuam nas políticas públicas da reforma agrária.

Flávio Paes/Região News

23 de Setembro de 2013 - 12:15

Além de elaborar o relatório sobre os problemas enfrentados pelos assentados e a comunidade indígena de Sidrolândia, uma comissão com 22 integrantes vai encaminhar uma nota de repúdio ao senador Delcidio do Amaral e demais integrantes da bancada federal de Mato Grosso do Sul, por não terem comparecido sexta-feira à noite na Câmara Municipal para participar da audiência em que foi debatida a situação da agricultura familiar e dos índios.

A manifestação de descontentamento é extensiva também aos dirigentes dos órgãos que comandam ou atuam nas políticas públicas da reforma agrária (Incra, Banco do Brasil, Ministério do Desenvolvimento Agrário), todos ausentes do debate. Segundo Edivaldo dos Santos (PT) propositor da audiência, todas as instituições foram convidadas de forma oficial, o curioso, é quem sem prévio comunicado, simplesmente não comparecem.

“Na hora de pedir votos, encontramos a toda hora estas autoridades em Sidrolândia. A coisa muda de figura quando se trata de vir aqui para ouvir os anseios do assentado que vive um momento de extrema dificuldade, sem acesso a crédito, privados de água encanada, energia elétrica, morando em barraco”, afirma Vadinho.

O vereador petista acha muito  cômodo para os políticos e os burocratas de Brasília condenar os assentados por deixarem os seus lotes diante destas dificuldades. “Duvido que alguma destas pessoas que criticam os assentados, se não fariam a mesma coisa se enfrentassem nas suas atividades particulares situação parecida”.

O cacique Antônio da Comunidade Buriti, também não poupou o senador Delcidio do Amaral, que “é um eterno campeão de votos em nossa comunidade, mas infelizmente nunca esteve lá”. Já votei e fiz campanha para o senador, mas nunca tive o prazer de apertar a mão dele,  comentou.

A nota de repudio será encaminha na próxima semana a todas as autoridades que foram convidadas e não estiveram no debate.