Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 11 de Agosto de 2022

Sidrolandia

Diretores de autoescolas afirmam que mudança no local das aulas irá beneficiar alunos

A mudança visa melhorar o serviço prestado à população que atualmente, faz as aulas e exames práticos em vias públicas

Heloisa Trindade/Região News

18 de Setembro de 2015 - 16:53

Após o acordo firmado na manhã de ontem, 17 de setembro, entre prefeitura, Sindicato dos Centros de Formação de Condutores, Sindicato Rural e DETRAN-MS, para que as aulas práticas e avaliações para concessão de CNH sejam feitas no Parque de Exposições Waldomiro João Comparin, as opiniões se dividiram sobre o assunto.

A mudança visa melhorar o serviço prestado à população que atualmente, faz as aulas e exames práticos em vias públicas, o que tem sido preocupante para os alunos, pra população, para os instrutores e donos de CFC.

Para Vagner Mateus Bernardo Vanin, gerente da autoescola Wind Car, que atende cerca de 40 alunos por mês, a mudança irá melhorar as aulas e dar mais segurança aos alunos que estão entrando pela primeira vez no veículo e que devido ao fluxo nas vias, não conseguem confiar que o instrutor é treinado para evitar qualquer tipo de acidente.

Diretores de autoescolas afirmam que mudança no local das aulas irá beneficiar alunos“As vantagens são amplas, pois hoje estamos sujeitos a vários fatores quando estamos em aula nas vias públicas, como os carros que passam e por diversas vezes não respeitam o aluno em aprendizagem, os obstáculos que aparecem e causam nervosismo, entre outros. Mas a maior vantagem é termos um lugar mais seguro para os alunos e não correr o risco de danos físicos e materiais”, diz Vagner.

Em entrevista ao RN, a diretora do DETRAN de Sidrolândia, Juliane Muller, contou que o contrato de convênio está sendo preparado para que os órgãos envolvidos possam assinar e então autorizar o engenheiro do DETRAN a analisar o parque e pedir as adequações necessárias para que o local seja apropriado para as aulas. “Por enquanto as aulas continuam como estão, até que agente consiga adequar o parque para receber os futuros condutores com mais segurança e tranquilidade”, explica Juliane.

Marcos Antônio Oliveira, diretor de ensino da autoescola Nossa Senhora Aparecida, pioneira no município, que atende entre 25 e 30 alunos por mês, conta que a mudança somará no aprendizado e evitará riscos para os alunos que atualmente treinam a direção nas vias públicas, porém ele também pensa nos custos extras que a mudança pode gerar e no tempo de aula do futuro condutor que será perdido no trajeto de ida e volta do parque.

Diretores de autoescolas afirmam que mudança no local das aulas irá beneficiar alunos“A mudança será boa, pois muitas vezes as pessoas estão chegando em casa, ou indo ao trabalho e não tem paciência com o aluno que está em aprendizagem, então ter um lugar específico para as aulas será de grande proveito para os alunos, evitando riscos e diminuindo os transtornos nas vias públicas, mas teremos que nos organizar para que o tempo de trajeto de ida e volta não prejudique o aluno”, conta Marcos.