Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 27 de Outubro de 2020

Sidrolandia

Empresários bolivianos lançam Expo Pantanal 2012 em Corumbá

A Expo Pantanal 2012 é uma feira multissetorial que conta com a participação de representantes dos principais segmentos econômicos da Bolívia

Diário Online

26 de Outubro de 2012 - 16:33

Empresários da Bolívia lançaram na manhã desta sexta-feira, 26 de outubro, em Corumbá, a nona edição da Expo Pantanal, que será realizada no período de 03 a 08 de novembro, na cidade de Puerto Suárez, na província boliviana de Germán Busch. O lançamento aconteceu na sede da Associação Comercial.

A Expo Pantanal 2012 é uma feira multissetorial que conta com a participação de representantes dos principais segmentos econômicos da Bolívia - como indústria e comércio - e dos setores cultural e gastronômico do país. São esperadas 160 empresas nos estandes da feira. Empresários do Brasil e do Paraguai também participarão das atividades.

Para este ano a expectativa da organização é superar os 16 mil visitantes e ampliar a movimentação financeira, que no ano passado ficou na faixa dos US$ 300 mil (aproximadamente R$ 608 mil).

"Trabalhamos para mostrar a potencialidade que tem a nossa região e a facilidade que temos por estar na fronteira podendo desenvolver um trabalho conjunto entre Brasil e Bolívia e mostrar as potencialidades que essa fronteira produz", disse José Carlos Góngora Ayala, presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviço (CAINCO), da província de Germán Busch, órgão que organiza a feira. "Abre possibilidades para que as autoridades percebam as potencialidades da região e criem políticas de fronteira que ajudem a desenvolver positivamente toda a área comercial, industrial e de produção", completou.

O presidente da Cainco destacou a parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Corumbá (ACIC). "É essa relação de união que instituições e autoridades devem ter, estamos numa fronteira onde convivemos da mesma maneira. Puerto Quijarro e Puerto Suárez, tem os mesmos problemas que Corumbá e Ladário. Se trabalharmos em conjunto para desenvolver essa fronteira podemos desenvolver positivamente, por isso é importante fortalecermos ainda mais essa relação com a Associação Comercial de Corumbá", argumentou.

Desenvolvimento fronteiriço

Prefeito de Puerto Suárez, Roberto Vaca, disse que a Expo Pantanal é um produto que permite divulgar positivamente as riquezas da cidade que sedia o evento. "Atrai muita gente e, sobretudo, a imprensa. Temos a oportunidade de mostrar o turismo, o que oferece o Pantanal boliviano", afirmou. O chefe do Executivo argumentou que há um trabalho conjunto no país para fortalecer anualmente o evento. "A cada ano vamos melhorando. Destacamos a participação das empresas porque nos permite mostrar os grandes projetos da região de Puerto Suárez, Puerto Quijarro e a própria província. Estamos trabalhando com o Governo Departamental, com o Governo Nacional. Acredito que a Expo Pantanal já é referência nacional", afirmou.

Anfitrião do lançamento, o presidente da ACIC, Alfredo Zamlutti Júnior, destacou a parceira entre as entidades empresariais e industriais do Brasil e Bolívia. "Desde que assumimos a presidência da Associação, não entendíamos essa separação de Corumbá com Puerto Suárez e Puerto Quijarro. Não podemos admitir crescimento corumbaense sem as cidades vizinhas bolivianas, trabalhamos sempre por essa integração, somos um povo só, povos irmãos separados apenas por uma linha imaginária de fronteira. A ACIC é irmã da CAINCO", declarou.

Zamlutti antecipou que empresários brasileiros estarão em Puerto Suárez, durante a Expo Pantanal, participando de um Encontro Internacional de Negócios, que terá o objetivo de incentivar a realização de novos negócios na fronteira Brasil-Bolívia.