Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Frente fria deve causar chuva no sul, mas estiagem segue na Capital

O último dia a registrar chuva na região sul foi em 23 de julho, quando Ponta Porã, por exemplo, teve pancadas de chuva que somaram 1,8 milímetro

Campo Grande News

05 de Agosto de 2013 - 09:18

Há 13 dias sem registrar chuvas, o alívio para a região sul de Mato Grosso do Sul só deve chegar na próxima quinta-feira (8) com uma frente fria vinda do sul do país. Em Campo Grande, onde a umidade relativa do ar em torno de 20% vem castigando os moradores, a estiagem deve durar um mês.

Segundo a meteorologista Cátia Braga do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul), a frente fria deve aliviar a sensação de clima seco com o aumento da umidade do ar.

“Nesta semana as máximas nessas cidades estão entre 30ºC e 32ºC, com a chegada da frente fria essas temperaturas não caem muito e devem ficar em 23ºC”, afirma a meteorologista. Já a umidade do ar deve ficar na casa dos 60%.

O último dia a registrar chuva na região sul foi em 23 de julho, quando Ponta Porã, por exemplo, teve pancadas de chuva que somaram 1,8 milímetro. Em Dourados, a chuva somou apenas 1 milímetro.

Em Campo Grande, a chuva apareceu pela última vez no dia 21 de julho. Há 15 dias sem registrar chuvas, não há previsão para as próximas pancadas. “Pelo menos até o dia 15 de agosto não temos previsão de chuva para a região central do Estado”.

A previsão para esta segunda-feira (5) é que a máxima em Campo Grande seja de 31ºC com umidade relativa de 54% durante a manhã e 48% à tarde. Em Ponta Porã, a segunda-feira terá temperatura máxima de 27ºC e umidade relativa do ar em 67%.