Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 9 de Maio de 2021

Sidrolandia

Liberação de trecho da BR-163 que desmoronou só ocorrerá em 20 dias

A via foi bloqueada na última sexta-feira (04), em razão de desmoronamento do talude, o que comprometeu as faixas de rolamento na pista.

Midiamax

08 de Novembro de 2016 - 16:21

Estudos iniciais feitos no trecho bloqueado da BR-163/MS, em Itaquiraí, a 407 quilômetros da Capital, indicam um prazo de 20 dias para recuperação e liberação da pista. A informação foi confirmada nesta terça-feira (8), pela CCR MSVia. O trecho interditado está localizado na altura do km 93 da rodovia.

A via foi bloqueada na última sexta-feira (04), em razão de desmoronamento do talude, o que comprometeu as faixas de rolamento na pista.

A CCR MSVia divulgou caminhos alternativos para acessar a região. Uma opção é pegar a saída em Caarapó, na altura do km 209 da BR-163/MS, percorrer a MS-156 até Amambai/Tacuru (MS), pegar o acesso à MS-295 até Iguatemi (MS) e, em seguida, retornar à BR-163/MS no km 41, em Eldorado (MS).

Outra alternativa é pegar a saída da BR-163/MS, em Naviraí (MS), na altura do km 104, percorrer a BR-487 até Porto Camargo (PR) e seguir pela PR-487 no sentido para Alto Paraíso (PR). O motorista deve dar continuidade ao trajeto pela PR-485 até o município de Casa Branca (PR), onde acessará a BR-182 até a cidade de Pérola (PR), regressando novamente à PR-485 até Cafezal do Sul (PR) e por fim, seguir pela PR-323 até Guaíra (PR).

A CCR MSVia informa ainda que esses trajetos estão sendo veiculados nos Painéis Eletrônicos de Mensagens Variáveis Fixos e Móveis, dispostos ao longo da rodovia, além do Disque CCR MSVia, que atende gratuitamente, inclusive ligações de celulares, pelo telefone 0800 648 0163.