Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 23 de Julho de 2021

Sidrolandia

Marcio Marqueti assumirá novamente Secretaria de Assistência Social

Franciane Trindade/Região News

11 de Março de 2011 - 15:00

Marcio Marqueti assumirá novamente Secretaria de Assistência Social
Marcio Marqueti assumir - Foto: Marcos Tom

Professor Marcio Marqueti (PT) assumirá novamente a Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária, pasta que atualmente está sob a responsabilidade de Joana Michalski.

Márcio  e outros dois secretários  da cota do partido (Eliane Salvatti, secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente e  Paulo Atílio, da Administração), foram demitidos pelo prefeito no dia 15 de dezembro em retaliação a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal onde a vereadora Roberta Stefanello (hoje no comando da pasta do esporte) perdeu a presidência para o petista, Jean Nazareth.

Acredita-se que a decisão do prefeito Daltro Fiúza em trazer de volta Marqueti ao comando da Secretaria Municipal de Assistência Social, mesmo ele não tendo o controle do diretório municipal do PT, pode ter sido motivado pelo interesse em atender ao Senador Delcídio do Amaral, parlamentar da bancada de Mato Grosso do Sul que mais tem viabilizado recursos para obras e projetos da prefeitura de Sidrolândia.

Além do cargo de 1º escolão, serão também contemplados outros 5 (cinco) petista na chefia de diretorias na administração de Daltro. Mario Alves Custodio, Wanderley Lopes Barbosa, Ivan de Oliveira Santos, Ales Garcia Barbosa e o presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores, Gilmar Antunes.

Gilmar, que recentemente assumiu cargo no Poder Legislativo, em comum acordo com o presidente daquela casa de leis, pediu exoneração do carga para retornar a sua função ao lado de Marquetti na Assistência Social. Questiona sobre seu relacionamento com o vereador Jean, Gilmar foi enfático ao afirmar que o partido é muito maior que as divergências politicas existentes.

“Minha admiração, respeito e compromisso para com aqueles que ajudaram a construir a historia petista em Sidrolândia e vejo na pessoal do vereador Jean, um grande líder politico. Quero afirmar que minha saída da Câmara não representa divergências com o vereador, pelo contrário, estamos afinados e até onde for de minha competência, me empenharei ao máximo no sentido de estreitar o relacionamento entre os poderes”, afirmou Gilmar.

Segundo informações, Fiuza deverá acerta os detalhes do retorno do PT ao governo em bloco, no primeiro momento, estão retornando aos seus respectivos cargos lideranças que são ligadas ao Senador Delcidio do Amaral. Já num segundo momento, Daltro deverá sentar para negociar outros cargos da cota petista com o deputado federal, Vander Loubet, que neste caso incluem-se as secretarias de Administração e Desenvolvimento Rural. A nomeação do secretário deverá ser publicada no diário oficial do município nos próximos dias.