Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 8 de Março de 2021

Sidrolandia

Marinha brasileira resgata corpo de jornalista boliviana de navio

O trabalho de buscas prossegue porque permanece desaparecido o cadete da Armada Boliviana, Jesús Rubén Quispe Churata

Correio do Estado

24 de Setembro de 2014 - 09:44

Mergulhadores do 6º Distrito Naval resgataram na manhã de hoje (24), o corpo da jornalista Liliam Ortega, de dentro do rebocador da Marinha Boliviana que naufragou no Rio Paraguai na terça-feira (23). De acordo com a assessoria do Comando do 6º Distrito, o corpo foi localizado dentro da embarcação. O trabalho de buscas prossegue porque permanece desaparecido o cadete da Armada Boliviana, Jesús Rubén Quispe Churata.

Liliam, que apresentava o programa Aero noticias do Canal RTP, de La Paz, e o cadete estavam a bordo do rebocador TNR-12, que participava ao lado de outros quatro navios, de uma travessia internacional que havia saído de Puerto Quijarro, cidade boliviana que faz fronteira com Corumbá, com destino a Assunção, capital do Paraguai.

Todos haviam partido do porto Tamarineiro, no Canal do Tamengo, em Puerto Quijarro, na tarde da segunda-feira, dia 22. No total, 80 pessoas – sendo 50 cadetes da Armada da Bolívia – estavam a bordo dos navios, que seguiam para treinamento militar. O naufrágio aconteceu depois de 50 quilômetros de navegação, mais precisamente no quilômetro 1.347 do Rio Paraguai, distante aproximadamente 27 quilômetros da região de Forte Coimbra, em Corumbá.

A embarcação, de pequeno porte, tinha 27 ocupantes e dois desapareceram no naufrágio. Os outros 25 foram resgatados pelos militares dos demais navios que integravam a travessia.