Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Ministro da Pesca vem para MS lançar editais de concessão para piscicultura

Inicialmente, a visita estava marcada para acontecer em Três Lagoas, mas foi alterada para facilitar a logística do ministro

Assessoria

07 de Agosto de 2013 - 13:18

A convite do senador Waldemir Moka (PMDB-MS) e do deputado federal Vander Loubet (PT-MS), o ministro da Pesca e Aqüicultura, Marcelo Crivella, estará nesta quinta-feira (8) em Campo Grande para lançar o edital de outorgas de áreas aquícolas sob domínio da União para piscicultura. O evento está marcado para as 10 horas, no auditório da Governadoria, no Parque dos Poderes.

Inicialmente, a visita estava marcada para acontecer em Três Lagoas, mas foi alterada para facilitar a logística do ministro. As áreas a serem concedidas ficam localizadas ao longo do reservatório da Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira e abrangem os municípios de Paranaíba, Aparecida do Taboado e Selvíria.

No dia 3 de julho, Moka e Vander estiveram no gabinete de Crivella para tratar de ações de incentivo e desenvolvimento da piscicultura em Mato Grosso do Sul. Um dos temas tratados foi justamente a cessão do uso de áreas da União no estado para criação de peixes em cativeiro.

Na ocasião, os parlamentares também conversaram com o ministro sobre os trâmites legais para a aquisição e a entrega de patrulhas mecanizadas para apoio à piscicultura em Aral Moreira, Bataguassu, Bela Vista, Bodoquena, Caracol, Costa Rica, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Nioaque, Nova Andradina, Pedro Gomes e São Gabriel do Oeste. São 14 kits, avaliados em R$ 900 mil cada conjunto (composto por uma escavadeira hidráulica e um trator de esteira), viabilizados por Moka e Vander.

Com o incentivo à aqüicultura, especialmente por conta do Plano Safra da Pesca e Aqüicultura iniciado em 2012, o MPA espera que a produção nacional alcance pelo menos 1 milhão de toneladas ao ano já em 2014. Hoje, o Brasil produz cerca de 470 mil toneladas/ano e Mato Grosso do Sul, apenas 14 mil toneladas/ano.