Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Sidrolandia

MS registra novos casos de chikungunya de setembro a novembro

A pessoa deve procurar uma unidade de saúde se estiver com febre de início súbito maior que 38,5°C e dor intensa nas articulações de início agudo

Midiamax

10 de Novembro de 2015 - 07:00

Mato Grosso do Sul registrou sete casos de chikungunya de setembro até esta segunda-feira (9), de acordo com a SES-MS (Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul). Dos sete casos, dois são de Corumbá e o restante importado da Bolívia.

A pessoa deve procurar uma unidade de saúde se estiver com febre de início súbito maior que 38,5°C e dor intensa nas articulações de início agudo, acompanhada ou não de edemas (inchaço) não explicado por outras condições. A atenção deve ser redobrada se o indivíduo tiver visitado áreas onde estejam ocorrendo casos suspeitos até duas semanas antes do início dos sintomas ou que tenha vínculo com algum caso confirmado.

Recomendações

 · Manter repouso;

· Tomar muito líquido: água, suco de frutas, soro caseiro, chás, água de coco e sopas;

· Manter amamentação;

· Procurar uma unidade de saúde;

· Evitar a exposição à mosquitos.

 

Atenção

· Em alguns casos, as dores articulares permanecem por meses e até anos.

· Geralmente ocorrem casos próximos.

· Pode acontecer infecção pela chikungunya e dengue ao mesmo tempo.

· O mesmo mosquito pode carregar os dois vírus (DENGUE E CHIKV).