Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 27 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Polícia lacra e cerca prédio da Câmara dos Vereadores de Dourados

Midiamax

29 de Abril de 2011 - 09:22

O prédio da Câmara dos Vereadores de Dourados está lacrado desde a manhã desta sexta-feira por determinação judicial. Policiais militares que ocupam três viaturas estão no local. Investigadores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), braço no Ministério Público Estadual prenderam esta manhã quatro pessoas, entre os quais dois vereadores da cidade foram detidos por suposto envolvimento num esquema fraudulento de empréstimos consignados.

De acordo com as investigações, os parlamentares detidos contratavam servidores que nunca iam trabalhar, pegavam os holerites deles, manipulavam a soma salarial e, a partir daí, faziam empréstimos consignados. A Câmara era quem pagava a conta. O dinheiro ia para o bolso dos denunciados.

Foram detidos os vereadores Sidlei Alves, ex-presidente da Câmara e Humberto Teixeira Júnior, dupla que já havia sido presa em setembro passado por envolvimento num esquema de fraude em licitações públicas descoberto na operação Uragano, da Polícia Federal.

Também foram para a cadeia o diretor financeiro da Câmara, Amilton Salina e o ex-assessor parlamentar Rodrigo Terra.

Daqui a pouco mais informações