Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Polícias Federal e Civil apuram venda de lotes em assentamentos no Estado

A apuração surgiu a partir de um anúncio publicado no classificado deste jornal, no dia 15 de outubro do ano passado.

Correio do Estado

08 de Janeiro de 2013 - 08:49

A Polícia Federal e Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), motivadas pelo Instituto Nacional de Colonização de Reforma Agrária (Incra), em Mato Grosso do Sul, investigam um suposto esquema de vendas de lotes no assentamento Santa Mônica, em Terenos.

O Estado possui 178 assentamentos, metade deles já não estaria sob o domínio do primeiro dono, isto é, pode ter sido vendido, arrendado ou cuidado por empregados do parceleiro, que retornou para a cidade.

A apuração surgiu a partir de um anúncio publicado no classificado deste jornal, no dia 15 de outubro do ano passado. “Santa Mônica. R$ 65.000,00 – 6 hectares, boa de água, represa com muito peixe”, dizia o texto, seguido do número do celular do corretor.

O Projeto de Assentamento Santa Mônica existe desde 2006, fica a uns 40 quilômetros de Campo Grande, mede 7,9 mil hectares e é habitado por cerca de 700 famílias.