Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Setembro de 2021

Sidrolandia

Primavera terá chuvas abaixo da média histórica no Estado, prevê Inmet

No decorrer do trimestre setembro/outubro/novembro deste ano, a previsão indica temperaturas dentro da normalidade para o centro-sul do Brasil, onde Mato Grosso do Sul está localizado.

Campo Grande News

11 de Setembro de 2013 - 11:00

Primavera começa, oficialmente, às 16h44 do dia 22 de setembro em Mato Grosso do Sul. No entanto, a nova estação não será marcada apenas pelo surgimento das flores, mas pela volta das chuvas, principalmente, no final da tarde, e dias mais quentes. No entanto, segundo prognóstico do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a probabilidade é de chuvas abaixo da média história na região sul do Estado.

De acordo como CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o período será marcado pelas temperaturas mais elevadas, em decorrência da forte radiação e de maior frequência de dia com céu claro.

O órgão também alerta que voltam a ocorrer as pancadas de chuvas no final da tarde e início da noite em decorrência do aumento da umidade e do forte calor no decorrer da estação, que marca a transição entre o inverno e o verão.

Em Ponta Porã, na região sul do Estado, a pesquisa do Inmet indica que a faixa normal de precipitação acumulada no trimestre setembro/outubro/novembro deste ano situa-se, aproximadamente, entre 300 mm e 500 mm. Com isso, a probabilidade prevista da chuva acumulada exceder os 500 mm neste trimestre é de aproximadamente 25%. Do mesmo modo, a probabilidade de que chova menos que 400 mm é de aproximadamente 45%.

Ainda de acordo com a pesquisa, existe uma distribuição da ordem de 45% e 30% de probabilidade dos totais pluviométricos situarem-se abaixo do esperado na área que inclui o Paraná, Santa Catarina e o Sudoeste de São Paulo.

No decorrer do trimestre setembro/outubro/novembro deste ano, a previsão indica temperaturas dentro da normalidade para o centro-sul do Brasil, onde Mato Grosso do Sul está localizado.

Mesmo assim, o Inmet ressalta que ainda podem ocorrer incursões de massas de ar frio mais intensas no início do trimestre, o que pode acarretar na queda de temperaturas em toda a região.

Histórico - Durante a Primavera, segundo o CPTEC, a média histórica de chuva na Capital é de 81,1 mm em setembro, 130 mm em outubro e 110 em novembro. Neste mês, o recorde de chuva em 24 horas é de 15 de setembro de 1990, com 75,8 milímetros. O recorde durante a primavera é de 18 de novembro de 1963, quando choveu 115,1 milímetros em único dia em Campo Grande.