Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Senai acerta parceria para qualificar detentas em Três Lagoas

Daniel Pedra

28 de Fevereiro de 2011 - 15:00

Durante cerimônia no Paço Municipal de Três Lagoas, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a prefeita Márcia Moura, a vice-governadora Simone Tebet, o diretor-regional do Senai, Jaime Verruck, e representantes da Sultan Indústria e Comércio de Artefatos Têxteis assinaram termo de parceria para qualificar 20 internas do Presídio Feminino do município em costura industrial. Segundo Jaime Verruck, as 20 detentas vão formar uma célula de produção de fronhas e toalhas de mesa no interior do Presídio Feminino de Três Lagoas para atender a demanda da Sultan.

“Nossa intenção é proporcionar às internas do estabelecimento penal condições para que possam realizar, com habilidade, ações de operação de máquinas de costura industriais e confecção de artigos de vestuário na área de cama e mesa”, detalhou o diretor-regional do Senai reforçando que a atual conjuntura sócio-econômica contribui para um elevado índice de desemprego ligado principalmente à falta de qualificação dos trabalhadores. “A situação torna-se ainda mais difícil quando os alunos se encontram isolados do convívio social devido ao cumprimento de pena”, analisou.

Nesse sentido, acrescenta Jaime Verruck, o Senai soma esforços com o Governo do Estado e Prefeitura de Três Lagoas para que seja viabilizado o desenvolvimento de ações que venham a atenuar as dificuldades de inserção de detentos no mercado de trabalho industrial em razão da falta de qualificação profissional. “A estruturação do curso está pautada na qualidade do aprendizado, buscando, principalmente, desenvolver programas integrados em educação profissional, visando a transformação desse projeto em uma via de geração de renda e emprego para as detentas em fase de socialização”, pontuou.

Para a prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura, essa parceria com o Senai vai possibilitar que as empresas possam aprender uma profissão, facilitando a inserção delas no mercado de trabalho após o cumprimento da pena. “Elas vão trabalhar dentro do presídio feminino, montando peças para a Sultan. Com certeza, essa iniciativa vai ajudá-las no processo de retorno ao convívio da sociedade”, disse, agradecendo ao empenho do Sistema Fiems na viabilização dessa parceria.

Ainda pelo termo de parceria, o Senai vai disponibilizar instrutor e supervisor do curso, realização e controle das matrículas das internas, apostilas e divulgação e captação das alunas, enquanto a Prefeitura de Três Lagoas ficará responsável pela logística de apoio e transportes de produtos diversos. Já o Estabelecimento Penal Feminino de Três Lagoas oferecerá um local adequado para realização do curso, custeio direto das despesas de água e energia elétrica e limpeza e conservação do local do curso, cabendo à Sultan o fornecimento e instalação de máquinas e equipamentos em quantidade necessária para a realização do curso, todos os materiais de consumo a serem utilizados e manter as máquinas em condições de funcionamento.