Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Senai lança amanhã programa para fortalecer cadeia produtiva da carne vermelha

Do total de 80 empresas participantes do Programa, 30 serão de Campo Grande, 20 de Três Lagoas, 20 de Dourados, 5 de Naviraí e 5 de Corumbá.

Daniel Pedra/Assessoria

30 de Setembro de 2013 - 08:20

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, lança, no próximo dia 1º de outubro, às 19 horas, no auditório da FatecSenai Campo Grande, o Programa Senai Carne Vermelha para desenvolver ações destinadas a promover o fortalecimento dos elos da cadeia produtiva da carne em Mato Grosso do Sul.

Na prática, a equipe técnica do Senai vai fomentar a higiene, qualidade, segurança e satisfação dos consumidores do produto, oferecendo serviços de orientação e assessoria técnica voltados à formação de consultores de carne, com foco no negócio, na padronização do processo, na melhoria das formas de apresentação e garantia de qualidade e segurança  da carne ofertada no mercado estadual.

No total, 80 empresas serão beneficiadas pelo Programa, que capacitará profissionais de açougues, casas de carne, minimercados e supermercados, além de promover palestras de sensibilização para consumidores a fim de formação de massa crítica para consumo de carne de qualidade.

“Trata-se de uma prestação de serviços de orientação e assessoria técnica para o fortalecimento técnico dos processos da cadeia produtiva da carne de Mato Grosso do Sul voltada a frigoríficos, casas de carne, mercados e supermercados que comercializam carne”, destacou o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero.

Ele completa que o Programa Senai Carne Vermelha também vai contemplar a realização de cursos para a capacitação de profissionais ligados ao segmento da carne, sendo que no âmbito da qualificação profissional básica serão promovidos os cursos de açougueiro, magarefe e processador de industrializados de carne, enquanto na modalidade de aperfeiçoamento profissional serão realizados os cursos de boas práticas de fabricação de alimentos e sistema de análise de perigos e pontos críticos de controle do programa alimentos seguros.

Do total de 80 empresas participantes do Programa, 30 serão de Campo Grande, 20 de Três Lagoas, 20 de Dourados, 5 de Naviraí e 5 de Corumbá. As empresas serão divididas em grupos de até 15 participantes, sendo atendidas com 24 horas de serviços de orientação e assessoria técnica por empresa, com 6 horas de atendimento coletivo, 15 horas de oficina tecnológica por empresa e 3 horas para elaboração do relatório final e apresentação ao empresário.

Palestra

Durante o lançamento do Senai Carne Vermelha, o consultor Arildo Flores fará a palestra “Oportunidades e Tendências na Comercialização e Consumo da Carne”, em que abordará a questão da genética e tecnologia para buscar a qualidade máxima do produto. “Para que o animal atinja a condição ideal de abate, ou seja, qualidade da carne, é necessária uma nutrição balanceada. Essa dieta equilibrada garante desenvolvimento, ganho de peso e acabamento com precocidade de carcaças, exigência maior do mercado consumidor”, disse.

Arildo Flores também destaca as vantagens e benefícios da carne a vácuo, como maior proteção ao produto com relação a higiene, garantia de procedência, no quesito segurança alimentar, além da praticidade para o armazenamento. Além disso, ele também irá tratar sobre os mitos e verdades sobre a picanha, dar dicas e sugestões.

Confira a Programação:

1º de Outubro – Terça-Feira

19h00 – Recepção

19h30 – Abertura do evento

20h00 – Apresentação do Programa Senai Carne Vermelha

20h30 – Palestra: Oportunidades e Tendências na Comercialização e Consumo da Carne

21h30 – Considerações Finais

22h00 – Encerramento