Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Subempreiteiros de casas do Alto da Figueira estão sem receber há mais de 80 dias

O vereador Edno Ribas (PDT) esteve ontem no canteiro de obras para se inteirar das denuncias

Flávio Paes/Região News

19 de Setembro de 2013 - 08:52

Foto: Marcos Tomé/Região News

Subempreiteiros de casas do Alto da Figueira estão sem receber há mais de 80 dias

A Cocil Engenharia empresa responsável pelas obras das 50 casas em construção no Residencial Altos da Figueira não paga os subempreiteiros há quase 90 dias. Um deles, indignado com a situação, procurou a reportagem do Região News para reclamar da situação. Antes esteve no Ministério Púbico, na Defensoria Pública e até na delegacia para cobrar seus direitos. 

Segundo o denunciante, que pediu para não ter sua identidade divulgada por temer retaliações, ele e mais outros dois moradores do Assentamento Eldorado foram contratados em regime de empreita com a promessa de receber R$ 70,00 por dia. Depois de 45 dias ainda não recebeu nenhum centavo é a alegação da empresa é que espera o repasse da Caixa Econômica Federal. Como não há alojamentos, alguns arrumaram colchão e estão dormindo dentro das casas que estão semi-acabadas.

O vereador Edno Ribas (PDT) esteve ontem no canteiro de obras para se inteirar das denuncias. O mestre de obras Oliveira confirmou o atraso e disse que o problema surgiu porque no dia em que os engenheiros da Caixa Econômica vieram fazer a medição, há 45 dias, os subempreiteiros não tinham concluído o seu serviço (eles são responsáveis pela construção do eitão, a base do telhado). A Caixa só paga empreiteira (que faz o repasse aos subempreiteiros) depois desta avaliação que mede o estágio da obra.