Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 20 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Três-lagoense morre por complicações em queimaduras

A vítima foi enterrada no final da tarde desta segunda-feira (01) no cemitério Santo Antônio de Três Lagoas, cidade onde passou grande parte de sua vida

Rádio Caçula

02 de Setembro de 2014 - 16:35

O três-lagoense Mounir Saleh Brahim de 48 anos, que sofreu um acidente aéreo ocorrido na tarde do último sábado (30) em Curitiba-PR, morreu ao sofrer uma parada cardíaca e não reagiu às tentativas de reanimação. Ele estava internado na UTI do hospital de Curitiba-PR e sofreu falência múltipla dos órgãos, devido à gravidade das queimaduras no corpo.

A divulgação da morte só foi liberada pela família no final da noite. Mounir é filho de Ibrahim, já falecido e de dona “Diva”, donos do antigo “Rei do Kibe”, situado na Avenida Rosário Congro, esquina com a Rua Generosa Siqueira, no Centro de Três Lagoas (MS).

A vítima foi enterrada no final da tarde desta segunda-feira (01) no cemitério Santo Antônio de Três Lagoas, cidade onde passou grande parte de sua vida.

OUTRAS VÍTIMAS

Duas vítimas que morreram no acidente no acidente com o avião particular foram sepultadas na tarde deste domingo (31) em Londrina e Rolândia (27 km de Londrina). Piloto e copiloto da aeronave modelo Cessna 177, foram velados em cidades do Norte do Estado.

O velório do piloto Cleber Luciano Gomes começou às 6h em Cambé (PR). O sepultamento dele aconteceu às 17h em Rolândia (PR). Segundo a Administração de Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina, o sobrinho do Deputado Estadual Luiz Claudio Romanelli (PMDB), que ocupava a função de copiloto do avião, Silvio Roberto Romanelli, de 52 anos, foi velado na Capela 1 do Cemitério Parque das Oliveiras. No mesmo local foi realizado o seu enterro, às 17h:00.

A QUEDA

A aeronave seguia para Londrina e caiu por volta das 13h: 20 em cima de uma casa e de um veículo na Rua Nicarágua, no bairro Bacacheri, em Curitiba (PR). Com o impacto o avião pegou fogo.

CASAS

As duas mulheres e uma criança que estavam na residência atingida saíram ilesas do acidente. Ainda não se sabe os motivos do acidente e o caso está sendo apurado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).