Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 21 de Fevereiro de 2024

Brasil

Campo Grande garante quase 700 unidades habitacionais pelo Programa Minha Casa, Minha Vida

Esta etapa está direcionada à Faixa 1 do programa, destinada às famílias com renda mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.640).

Prefeitura de Campo Grande

25 de Novembro de 2023 - 09:59

Campo Grande garante quase 700 unidades habitacionais pelo Programa Minha Casa, Minha Vida

O Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades, divulgou na quarta-feira (22) a Portaria MCID Nº 1.482 que traz a relação dos municípios que foram aprovados para receber novas moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). Ao todo, serão construídas 696 novas moradias em Campo Grande. Esta etapa está direcionada à Faixa 1 do programa, destinada às famílias com renda mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.640).

Campo Grande obteve a aprovação de cinco empreendimentos habitacionais, viabilizados por recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). Dentre eles, a parceria entre o município e a construtora Engepar, resultando em 192 unidades habitacionais no Residencial Jorge Amado.

Os outros quatro empreendimentos, fruto de cooperação entre o município e o Governo Federal, incluem a construção de 164 unidades no Paulo Coelho Machado, 150 no Residencial Nova Bahia, 120 no Residencial Costa Verde e 70 no Residencial Jardim Antarctica.

Além dos projetos já previamente selecionados pelo Ministério da Cidade, Campo Grande conta ainda com mais cinco empreendimentos destinados à habitação de interesse social, totalizando aproximadamente 1,5 mil unidades habitacionais programadas para serem concluídas até 2024.

São mais de 1.200 empreendimentos que beneficiarão 560 municípios em todo o Brasil. Do total, 184 mil unidades são destinadas a famílias integrantes dos cadastros habitacionais, em todos os estados brasileiros. Os imóveis atendem às especificações técnicas do programa. São casas ou apartamentos de dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

A implementação dos novos empreendimentos habitacionais é uma grande conquista para a população de Campo Grande, proporcionando moradias dignas e melhorando a qualidade de vida de diversas famílias.

“A aprovação para a construção dessas novas habitações representa um importante passo para a redução do déficit habitacional em nossa cidade. Estamos comprometidos em proporcionar condições dignas de moradia para todos os cidadãos de Campo Grande”, afirmou o diretor-adjunto da Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Emha), Claudio Marques.

A prefeita Adriane Lopes destacou que essa notícia é mais um avanço positivo para a habitação de interesse social em Campo Grande, assegurando o direito à moradia para numerosas famílias que se enquadram nas diretrizes do programa. A Emha informará em breve, por meio de seus canais oficiais de comunicação, detalhes sobre os cadastros para o sorteio das moradias.