Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 21 de Fevereiro de 2024

Economia

Compras de fim de ano devem movimentar R$ 1 bilhão na economia de MS

Com aumento de 17% em relação ao ano passado, é a primeira vez que o período deve injetar montante na casa do bilhão na economia do Estado.

Correio do Estado

27 de Novembro de 2023 - 14:15

Compras de fim de ano devem movimentar R$ 1 bilhão na economia de MS
É a primeira vez que o comércio espera movimentação financeira na casa do bilhão - Foto: Gerson Oliveira / Correio do Estado

O período de fim de ano deve movimentar R$ 1 bilhão na economia de Mato Grosso do Sul, entre gastos com presentes e comemorações, segundo aponta pesquisa do Instituto de Pesquisa da Fecomércio MS (IPF-MS) e Sebrae MS, divulgada nesta segunda-feira (27).

O montante é 17,44% maior do que o injetado na economia no mesmo período do ano passado. "É a primeira vez que a movimentação do fim de ano ultrapassa os milhões e vai para a casa do bilhão", disse a economista do IPF-MS, Regiane Dedé de Oliveira.

“A maior parte da movimentação, R$ 410,07 milhões, será com as comemorações de Ano Novo, seguidas dos presentes de Natal, que correspondem a R$ 355,71 milhões e as comemorações de Natal, R$ 239,32 milhões”, explica a economista.

Contanto presentes e comemorações, o Natal deve movimentar R$ 595,02 milhões, com gasto médio de R$ 628,05 por pessoa. Dos consumidores, 71,83% informaram que irão presentear no Natal, com valor médio de R$ 333,36. Os filhos, netos, enteados e afilhados são os preferidos para serem presenteados, seguido de pais, avós e tios.

Quanto aos presentes, as roupas lideram as escolhas (53%), seguidas de calçados (43%) e brinquedos (34%). Sobre o local de compra, lojas físicas são preferência de 88% dos consumidores, que informaram que pretendem pagar à vista, mas esperam descontos.

O analista-técnico do Sebrae/MS, Paulo Maciel, afirma que, com as pessoas optando por lojas físicas, é importante que os comerciantes garantam a qualidade do atendimento. Ele ressalta que é importante ao empresário se antecipar na contratação, para oferecer o treinamento aos colaboradores.

“Trabalhe a decoração com itens relacionados ao Natal, estímulos visuais bem trabalhados chamam atenção do cliente e ajuda na conquista daquele que ainda está indeciso”, acrescenta Paulo.

Além dos presentes, 54,67% dos sul-mato-grossenses devem comemorar o Natal, sendo que a maioria (59,5%) afirmam que a comemoração será íntima, com a tradicional ceia em casa ou na casa de familiares e amigos.

Neste ano, o gasto médio com as comemorações de ano novo deve ser de R$ 311,68 por pessoa.

Além da comemoração em família, que, assim como o Natal, é opção da maioria, as celebrações de réveillon também incluem viagens, comemorações em igrejas, em praças e espaços públicos e espaços de festa.

"Esse ano as pessoas preferem comemorar o ano novo mais do que o natal, mas as duas datas irão movimentar a questão das comemorações, que envolve um monte de setores da economia", disse.

13º salário

A pesquisa também aponta que 53,58% dos sul-mato-grossenses informaram que não irão receber o 13º salário, enquanto 46,42% terão o benefício. Dos que irão receber, 24% pretendem pagar dívidas em atraso e outros também 24% irão poupar. Outros 20% pretendem gastar com as comemorações e viagens de fim de ano, e 10% pagarão contas de início de ano, como impostos e material escolar.