Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 27 de Janeiro de 2022

Economia

Mais de meio milhão de crianças podem perder Bolsa Família

O ministério já encaminhou mensagem de alerta sobre a possível suspensão do pagamento do Bolsa Família

Agência Brasil

21 de Abril de 2011 - 07:43

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome começa daqui a um mês a suspender o pagamento do Bolsa Família das crianças e adolescentes cujas famílias não comprovarem a frequência à escola - uma das contrapartidas do programa.

São 515 as famílias de beneficiários cujos dados cadastrais não estão atualizados e, ao todo, 572.233 crianças e adolescentes de 7 aos 17 anos podem ter seus benefícios suspensos a partir de 18 de maio. Se o cadastro não for atualizado até novembro, o pagamento será cancelado.

O ministério já encaminhou mensagem de alerta sobre a possível suspensão do pagamento do Bolsa Família para o extrato bancário dos beneficiários cujo cadastro está desatualizado.

Também foi expedida uma advertência para o endereço destas famílias. Entre junho e julho, o ministério vai convocar as prefeituras para localizar as famílias e evitar o cancelamento.

Atualmente 12,9 milhões de famílias recebem o benefício, que varia de R$ 32 a R$ 242. As contrapartidas para receber o Bolsa Familia são: comprovação da frequência escolar, manutenção da carteria de vacinação atualizada, realização regular do exame pré-natal.