Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Economia

Para sindicato de postos, preço do etanol não cai antes de 15 dias

De acordo com o representante dos postos paulistas, no entanto, as medidas só deverão fazer efeito a partir do ano que vem

AgênciaBrasil

29 de Abril de 2011 - 17:19

Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Paiva Gouveia, o preço do etanol só deve começar a cair a partir da segunda quinzena de maio.

“Todas as usinas já estarão em produção [a partir do dia 15 de maio] e teremos produto à vontade. Tendo produto à vontade, o preço deverá baixar”, disse Gouveia à Agência Brasil.

Segundo ele, foram acertadas as medidas tomadas pelo governo, ontem (28), mudando a classificação do etanol de produto agrícola para combustível estratégico e passando a comercialização, estocagem, importação e exportação do biocombustível para o controle da Agência Nacional do Petróleo (ANP). “Agora, a ANP terá condição de acompanhar o mercado desde o começo até o fim, o que não tinha antes. E isso deve beneficiar o consumidor”, disse ele.

De acordo com o representante dos postos paulistas, no entanto, as medidas só deverão fazer efeito a partir do ano que vem. “O que aconteceu esse ano: o governo não tinha nenhum tipo de controle sobre o assunto e faltou produto.

Faltando produto, aumentou o preço. Se o governo tiver condição de saber quanto está sendo produzido, quanto está sendo exportado, quanto deveria importar para não faltar o produto, creio que o preço não iria subir tanto”, afirmou.