Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Economia

Preços dos imóveis têm alta de 0,53%; veja cidades com m² mais caro

A maioria das capitais monitoradas pelo índice registrou avanço no preço médio. A exceção foi Salvador (BA), com queda de 0,11%.

G1

02 de Dezembro de 2021 - 09:20

Preços dos imóveis têm alta de 0,53%; veja cidades com m² mais caro
Imóveis novos na capital paulista — Foto: Ardilhes Moreira/ G1

O preço de venda dos imóveis residenciais registrou um novo aumento de 0,53% em novembro, segundo o Índice FipeZap divulgado nesta quarta-feira (1). No mês passado, a alta foi de 0,43%.

A alta apurada pelo Índice FipeZap em novembro deve ficar abaixo do avanço projetado para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo o boletim Focus, do Banco Central, a inflação deve ter subido 1,03% no mês passado.

No acumulado do ano, os preços dos imóveis residenciais avançaram 4,78%, também abaixo da inflação esperada para o período (9,35%). Em novembro, a maioria das capitais monitoradas pelo Índice FipeZap teve alta no preço médio de venda dos imóveis. A exceção foi Salvador (BA), com queda de 0,11%. Os maiores aumentos foram observados em Maceió (1,63%), Brasília (1,46%) e Curitiba (1,45%).

No acumulado em 12 meses, o Índice FipeZap tem alta de 5,27%, enquanto a expectativa para a inflação é de 10,83%.

Metro quadrado

Entre as capitais, o levantamento mostrou que o preço do metro quadrado foi mais caro em São Paulo (R$ 9.673), Rio de Janeiro (R$ 9.631) e Brasília (R$ 8.743). Os valores mais baixos, por outro lado, foram observados em Campo Grande (R$ 4.530), João Pessoa (R$ 4.849) e Goiânia (R$ 5.057).