Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Setembro de 2021

Educação

Volta as aulas: Prefeitura acelerou reforma de 4 escolas e investiu em equipamentos de biossegurança

Com o avanço da reforma, que a prefeita Vanda Camilo destravou com a revisão das planilhas, em 6 meses de obras, as mudanças já são visíveis.

Flavio Paes/RN

01 de Agosto de 2021 - 22:35

Volta as aulas: Prefeitura acelerou reforma de 4 escolas e investiu em equipamentos de biossegurança

Na volta às aulas presenciais nesta segunda-feira (02) os alunos de 4 das escolas urbanas (Pedro Aleixo, Natália Moraes de Oliveira, Olinda Brito de Souza e Valério Carlos da Costa) vão encontrar um ambiente escolar diferente daquele que tinham até ano passado.

Com o avanço da reforma, que a prefeita Vanda Camilo destravou com a revisão das planilhas, em 6 meses de obras, as mudanças já são visíveis. As salas receberam pintura nova, forro, as telhas quebradas foram substituídas para eliminar goteiras. A rede elétrica e os ventiladores foram revisados. Os banheiros também foram reformados.

As carteiras antigas começaram a ser substituídas por novas. Como parte das medidas de biossegurança, na sexta-feira às salas foram desinfetadas. Para o diretor da Escola Natalia Moraes de Oliveira, Francisco Pigosso, onde está prevista a construção da quadra e de 4 salas de aula, o estágio atual do serviço foi suficiente para transformar o ambiente escolar frequentado por 450 alunos.

Além de melhorar a estrutura física destas escolas de ensino fundamental da a área urbana (a 5ª unidade, a Porfiria Lopes do Nascimento foi reformada ano passado), a prefeitura investiu quase R$ 600 mil na aquisição de equipamento de biossegurança para atender alunos, professores e funcionários das escolas.

São 1.900 alunos da Educação Infantil e 6.200 do Ensino Fundamental e EJA. Foram adquiridos 120 termômetros para aferição da temperatura corporal no embarque dos ônibus escolares e na entrada das escolas. Houve aquisição de 8 mil litros de álcool em gel 70%; 6 mil máscaras para crianças e adolescentes; 18 mil de adultos; 500 faces shield de proteção facial; 60 dispenser infantil de álcool; 60 para adultos e 9 mil garrafinhas Squeeze.

Cada aluno receberá 3 máscaras que é de uso obrigatório. Eles comerão a merenda na própria sala de aula, onde será mantida a distância de 1,5 metroentre as carteiras. Não será permitido o compartilhamento de copos, borrachas e carteiras. Como não haverá intervalo para o recreio, os alunos sairão meia hora mais cedo (10h30 de manhã e às 16h30 no período vespertino).

Os banheiros serão higienizados toda vez que forem usadas. No contra turno os alunos das escolas do 1⁰ ao 5º ano do Ensino Fundamental, terão uma hora de reforço escolar.

Zona rural 

o reforço escolar será no mesmo turno por causa da logística do transporte escolar. O objetivo é recuperar parte da defasagem de aprendizagem por causa da pandemia, principalmente, alfabetização.