Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 8 de Março de 2021

Esporte

Associação de arbitragem ameaça paralisar Brasileiro por "falta de respeito"

A Anaf (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol) ameaça paralisar o Campeonato Brasileiro em protesto contra a falta de respeito ao árbitro

ESPN

27 de Setembro de 2014 - 08:05

Os constantes erros da arbitragem nos últimos jogos do Campeonato Brasileiro renderam muitas críticas aos juízes, que se manifestaram nesta sexta-feira. Por meio de uma nota no site oficial da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol, a entidade ameaçou paralisar a competição devido à "falta de respeito".

Em participação no Bate-Bola 3ª edição, o presidente da Anaf, Marco Antônio Martins, comentou sobre a insatisfação com as reclamações quanto ao desempenho dos árbitros, e falou que uma reunião na terça-feira poderá definir a existência de uma greve.

"Estamos justificando a má fase técnica do futebol na arbitragem. Estão colocando a arbitragem no olho do furacão... Os erros vão existir, do jeito que está indo parece que a arbitragem é a grande culpada, daqui a pouco estão falando que a arbitragem é a culpada pela Alemanha ter ganhado de 7 a 1 no Brasil", afirmou o dirigente.

"A paralisação foi sugerida, faremos uma reunião com os árbitros e com a diretoria na terça. Tiraremos um encaminhamento."

"Eu acho que tem força para fazer o movimento, depende da união do grupo, temos que fazer alguma coisa, é o meu posicionamento como dirigente. A partir do momento que pararmos uma rodada ou um jogo, alguém terá que olhar para a gente", declarou.

"A paralisação não acredito que traga um benefício imediato, é chamar atenção para situação dos árbitros brasileiros, não quero prejudicar o torcedor e sim de expor o problema e a situação da arbitragem brasileira, que evoluiu bastante, mas a tecnologia aumentou muito mais."

Martins ainda comentou que há uma falta de atenção para a arbitragem e citou o Bom Senso. "O movimento dos atletas não inclui a arbitragem. Não só aceitaria como ficaria lisonjeado de encontrar o Bom Senso, a arbitragem é um elo dessa corrente. Não tem como não participar. A arbitragem não é custo, é investimento", declarou.

Sobre a mudança da regra de mão na bola, o presidente da Anaf comentou que a alteração em si não é o problema e, sim, o período de adaptação. 

"Eu participei de um treinamento com o Jorge Larrionda e Óscar Ruiz, a interpretação continua como subjetiva, árbitro continua interpretando. Não mudou muita coisa. Quando teve aquele problema da bola atrasada, houve o mesmo problema de interpretação. Terão os ajustes."

Veja a nota da Anaf na íntegra: 

A Anaf (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol) ameaça paralisar o Campeonato Brasileiro em protesto contra a falta de respeito ao árbitro. 

Na opinião da entidade, as críticas e reclamações de jogadores, treinadores e dirigentes visam esconder a crise técnica do futebol brasileiro, transferindo a culpa do mau futebol à arbitragem.

A proposta de paralisação defendida pela Anaf será discutida em assembleia-geral, caso não houver uma ação enérgica da CBF e do STJD, punindo com rigor as ofensas. "Os árbitros estão indignados e querem parar o campeonato. O nível técnico da competição é baixíssimo e querem jogar a culpa da derrota no árbitro. Isto é um desrespeito à figura do arbitro, que tem o papel de comandar a partida", afirma o presidente da Anaf, Marco Antônio Martins.