Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Esporte

Dramático, nos pênaltis, Argentina supera Holanda e está na final

A grande final acontece no domingo, às 15 horas, contra a Alemanha, no estádio Maracanã. A Holanda encara o Brasil no sábado (12), às 16 horas

Campo Grande News

10 de Julho de 2014 - 09:00

Em jogo truncado, dramático, Argentina venceu nos pênaltis a Holanda por 4 a 2 e está na final da Copa do Mundo de 2014. Empatados no tempo normal e na prorrogação na Arena Corinthians, o jogo foi para as penalidades.

Ao contrário do que todos esperavam, o goleiro Romero brilhou e foi a figura principal da classificação. Ele defendeu dois pênaltis e garantiu os argentinos na final.

A grande final acontece no domingo, às 15 horas, contra a Alemanha, no estádio Maracanã. A Holanda encara o Brasil no sábado (12), às 16 horas, no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.

O jogo - O jogo começou equilibrado, mas com os argentinos tomando mais a iniciativa, mas sem nenhum lance claro de gol. Aos 14, Messi cobra a falta com força, no meio do gol, e Cillessen encaixa com tranquilidade.

Mais tarde, aos 23, Lavezzi cobra o escanteio, e Garay se joga na bola, cabeceando pra fora. Aos 31 a primeira chance da Holanda, Sneijder chuta forte e Romero defende.

Para o segundo tempo, o técnico Louis Van Gaal tira o zagueiro Martins Indi para a entrada do lateral Janmaat. Logo no 1º minuto do segundo tempo, Garay perda uma das chuteiras, mas continua a jogar.

Aos 12, cruzamento de Lavezzi para Higuaín, Janmaat antecipa a marcação e não deixa o atacante argentino cabecear.

Aos 29, talvez a melhor chance do jogo, Pérez cruza e Higuaín manda na rede, pelo lado de fora. Cillissen apenas fica torcendo para a bola não entrar. Alguns torcedores gritam gol na Arena Corinthians.

O zagueiro Rojo que faz a função de ala também tenta de longe, aos 38, mas Cillessen faz a defesa em dois tempos e fica com ela. No finalzinho do segundo tempo, aos 45, Robben tabela com Sneijder e aparece sozinho na pequena área. Na hora do chute, Mascherano trava com perfeição, seria a melhor chance holandesa no jogo.

E foi isso no tempo normal, as equipes vão para a prorrogação.

Na 1ª etapa da prorrogação, destaque para a terceira alteração da Holanda, Huntelaar no lugar de Van Persie o que acabava com as chances de Van Gaal colocar o goleiro Tim Krul, como fez contra a Costa Rica.

Aos 8 o primeiro lance. Robben dribla o zagueiro e chuta forte, mas Romero defende com segurança. A segunda etapa, foi como a primeira, truncada e com muitas poucas finalização. Aos 4, De Vrij recupera a bola no meio do campo, avança e arrisca o chute de longe, direto pra fora.

A melhor chance do jogo. Aos nove, o atacante argentino recebe sozinho dentro da pequena área, sem marcação, mas manda de cabeça, fraco, nas mãos de Cillessen.

Aos 11, Messi faz boa jogada pela direita, e cruza para Rodríguez. O meia pega o chute de primeira, mas Cillessen defende.

No tempo normal foi isso, ninguém balançou as redes.

Pênaltis - Vlaar bate no meio e o Romero defende.

O segundo Messi, bate no canto direito e Cillessen cai para o lado esquerdo. 1 a 0.

Robben manda no canto esquerdo e Romero caiu para o outro lado. 1 a 1.

Em seguida, zagueiro bate forte, no meio do gol de Cillessen. 2 a 1 para a Argentina.

O craque errou! Sneijder bate no lado direito de Romero, que faz bela defesa. 2 a 1 para Argentina.

Próximo a vaga, Agüero bate forte, no canto de Cillessen. 3 a 1 Argentina.

Se Kuyt perdesse, mas ele fez, 3 a 2 para a Argentina.

Na cobrança decisiva, Maxi bate forte, Cillessen ainda toca nela, mas a bola entra.

É o gol da classificação para a final! 4 a 2 para a Argentina.