Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Esporte

Sem medo de pressão, Max Santos e João Vitor são apresentados no Verdão

Os atletas representam bem a filosofia do novo Alviverde, que busca atletas jovens para compor o elenco: o atacante tem 23 anos e o volante, 22.

Globo Esporte

26 de Janeiro de 2011 - 14:09

Sem medo de pressão, Max Santos e João Vitor são apresentados no Verdão
Foto: Globo Esporte

Sem grandes badalações, o Palmeiras apresentou na manhã desta quarta-feira, na Academia de Futebol, seus dois novos contratados. Max Santos e João Vitor chegam ao clube emprestados pelo Deportivo Maldonado, do Uruguai, por dois anos. Os atletas representam bem a filosofia do novo Alviverde, que busca atletas jovens para compor o elenco: o atacante tem 23 anos e o volante, 22.

Conhecido como Pardalzinho quando atuava pelo Vila Nova-GO, na última edição da Série B do Brasileiro, Max abandonou o apelido de infância assim que chegou ao Palmeiras.

- Meu pai tinha apelido de Pardal, então eu, como filho, acabei virando o Pardalzinho. Mas aqui prefiro ser o Max Santos, é melhor. Foi uma reunião com a diretoria e achamos melhor que assim fosse – disse o atacante.

Sem apelidos, João Vitor chegou depois de boas atuações pelo Grêmio Prudente. O volante afirmou que não tem receio da pressão que pode enfrentar no Palmeiras, clube que está há dois anos sem um título no currículo – o último foi o Paulista, em 2008.

- Na vida temos vários objetivos, e os principais são chegar a um time grande e à Seleção Brasileira. Já consegui um e o próximo será brigar para ser titular, e não somente mais um no grupo. Sei que a pressão é grande, mas estou disposto a tudo para conseguir os resultados – disse o volante.

João Vitor já está relacionado para a partida desta quinta-feira, às 21h50, contra o Paulista, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. O atleta, porém, ainda não sabe se poderá ficar à disposição do técnico Luiz Felipe Scolari, pois sua regularização ainda depende do pagamento de uma taxa internacional de transferência. A expectativa da diretoria alviverde é de que tudo esteja acertado até esta quinta.